Banner Haras Regina Topo
20 ago 2018 | 18:30:37

Best Dubai e Nadador Lô dominaram os melhores páreos em Porto Alegre

Dois dos melhores corredores do turfe gaúcho, nas últimas temporadas, voltaram a vencer no Cristal.

Best Dubai conquistou nova vitória.

Imagem: Divulgação JCRS

Na última sexta-feira, em Porto Alegre, dois dos mais destacados corredores do turfe local, nas últimas temporadas, voltaram a cruzar o disco em primeiro. Nos dois melhores páreos da reunião, Best Dubai e Nadador Lô conquistaram novos êxitos para as respectivas campanhas.

Best Dubai – 4 anos, filha de Dubai Dust e Vogue Girl (Vettori), de criação do Stud TNT/Haras Fronteira e propriedade de Claudio Oliveira Osorio Marques – encarou os 1.600m do Clássico Profissionais do Turfe, para éguas de 3 e mais anos.

Corrida em terceiro, por Leandro Costa, Best Dubai avançou em busca da dianteira, na reta final. Endorfina formou a dupla a ¾ de corpo. Just Event (Wild Event) foi a terceira. Depois, Linda Nui (Molengão) e Credenza (Pounced).

Treinada por N. Canut, Best Dubai alcançou a 12ª vitória em 15 saídas. Relógios parados na marca de 1:42.50.

Já Nadador Lô – 4 anos, filho de Crimson Tide e Yes Grêmio (Exile King), de criação do Haras Capela de Santana e propriedade do Stud Casablanca – venceu o Clássico Público Turfista, em 1.600m, para produtos de 3 e mais anos.

Conduzido por Leandro Costa, Nadador Lô tomou conta dos papéis ainda no giro da última curva. Dominando Diligente (Wild Event) na altura dos 400 finais, Nadador Lô manteve a primeira colocação, em que pese a longa atropelada de Balaco (Novellista), que formou a dupla a ¾ de corpo. Diligente foi o terceiro, ficando o complemento do marcador a cargo de Negrito (Arambaré) e Ganache (Inexplicable).

Recebendo treinamento de H. P. Machado, Nadador Lô conquistou a décima vitória em 19 saídas. Tempo de 1:42.60.

 

Mais notícias

Um monumento de Maroñas: Gandhi Di Job conquista, pela segunda vez, o GP José Pedro Ramirez

Filho de Job Di Caroline, criado pelo Haras Curitibano, repetiu vitória obtida, em 2017, na prova máxima do turfe uruguaio. Criação brasileira celebrou a oitava vitória nesta importante e centenária carreira, disputada desde 1889.

Ler na íntegra

Key Master supera Samurai em Porto Alegre

Filho do nacional Molengão foi o melhor no Clássico Presidente Indemburgo de Lima e Silva

Ler na íntegra

Quarteto de Cordas impressiona na Copa Leilões JCB

Castanho do Stud Sol Marte venceu por mais de 6 corpos

Ler na íntegra