Banner Haras Regina Topo
28 Jun 2017 | 00:24:02

Carrera de Las Estrellas: Crazy Icon brilha como estrela mor da festa

José Aparecido levantou, com Schoolmistress, a Estrellas Distaff (gr.I).

Crazy Icon venceu aos esbarros

Imagem: Hipodromo San Isidro

No último sábado (24), em San Isidro, foi realizado o festival da Carrera de Las Estrellas 2017. Idealizado à luz da Breeders’ Cup, o meeting argentino contou com 6 provas de G1 na programação, tendo Crazy Icon brilhado no momento mais importante: a Estrellas Classic (gr.I), em 2.000m na pista de grama, para produtos de 3 e mais anos. 

Montaria de Juan Carlos Noriega, Crazy Icon acompanhou, em segundo, o ritmo do ponteiro Areco Run (The Leopard). Na reta final, com visíveis sobras, Crazy Icon pulverizou oponentes, deixando Don Archi (Archipenko), a 4 corpos, na segunda posição. Em terceiro, Forty One (Archipenko).

Treinado por Roberto Pellegata, Crazy Icon obteve a terceira vitória em apenas 5 corridas. Filho de Sixities Icon (em voga desde os sucessos de Sixties Song) e Crazy Arrow (Orpen), de criação do Haras La Manija e propriedade de Caballeriza Las Canarias, o ganhador cobriu a distância em 2:02.87.

Em outro importante momento da programação, destaque para o talento brasileiro de José Aparecido. O bridão levou Schoolmistress, 3 anos, filha de Equal Stripes e Stellify (Southern Halo), do Haras Vacacion, à vitória na Estrellas Distaff (gr.I), em 2.000m na pista de grama, para éguas de 3 e mais anos.

Com Aparecido “up” Schoolmistress passou com facilidade pela favorita Hispanidad (filha de Pure Prize, conexões brasileiras do Haras La Providencia e treinamento de Pedro Nickel Filho) na reta de chegada. No disco, Schoolmistress abriu 3 corpos e ½ sobre La Extraña Dama (Catcher In The Rye), finalizando Hispanidad em terceiro. Treinada por Juan Carlos Etchechoury, Schoolmistress obteve sua quarta vitória em 8 apresentações. Tempo de 2:04.52.

Em termos de criação nacional, Gabrielle (Dubai Dust), do Stud RDI (Rio Dois Irmãos), foi o destaque brasileiro, ao finalizar em quarto – sob condução de José Aparecido – na Estrellas Juvenile Fillies (gr.I). Disputada por potrancas de 2 anos, em 1.600m na grama, a prova teve em Positive Mind, filha de Equal Stripes e Paula Sexy (Ride The Rails), de criação do Haras Abolengo e propriedade da Caballeriza Juan Antonio, sua vencedora. Condução de Gustavo Calvente e treinamento de Maria Fernanda Alvarez. Relógios parado na marca de 1:37.73.

Confira abaixo os resultados das demais provas de G1 da Carrera de Las Estrellas.

Estrellas Mile (gr.I) – 1.600m/grama – produtos de 3 e mais anos

1º Victor Security – 4 anos, filho de Stormy Atlantic e Victoria Reel (Danehill Dancer) – Criação: Haras La Pasion – Proprietário: Caballeriza Tramo 20 – Jóquei: Pablo Carrizo – Treinador: Pablo Sahagian – Tempo: 1:36.37
2º Key Dance
3º Phelps 

Estrellas Sprint (gr.I)  - 1.000m/grama – produtos de 3 e mais anos

1º Humor Acido – 5 anos, filho de Emperor Richard e Hail To Humor (Distorted Humor) – Criação: Haras La Pasion – Proprietário: Caballeriza La Tutina – Jóquei: Eduardo Pavon – Treinador: Luis Gaitan – Tempo: 56.76
2º Nashville Texan
3º First Shot 

Estrellas Juvenile (gr.I) – 1.600m/grama – produtos de 2 anos

1º Puerto Real – filho de Pure Prize e Posera (Orpen) – Criação: Haras Carampangue – Proprietário: Caballeriza Triunvirato – Jóquei: Fabricio Barroso – Treinador: Roberto Bullrich – Tempo: 1:38.03.
2º Dallas Maverick
3º El Impoluto

Mais notícias

Em Cima do Laço conquista o Grande Prêmio Consagração (gr.III)

Filho de Wild Event pertence a Giovanni Giuseppe Pompeu Magi.

Ler na íntegra

Maroñas: Sinabung vence o Clásico Argentina (L)

Vendido no Leilão da Criação Nacional, crioulo do Haras Santarém conquistou batismo clássico, no Uruguai.

Ler na íntegra

Stud Book informa: autorização de utilização de sêmen fresco colhido durante a cobertura.

Com a recente atualização das normas do IABRW (International Agreement on Breeding, Racing and Wagering) promovidas pela IFHA (International Federation of Horseracing Authorities) e pelo ISBC (International Stud Book Committee) em 02 de junho de 2017, das quais somos signatários e, objetivando aplicar efetivamente os dispositivos do nosso Regulamento, o Stud Book Brasileiro emitiu a Circular SBB nº 01/2017, versando... [continua ]

Ler na íntegra