09 Out 2017 | 22:30:54

Comandante Dodge supera Cantos Y Cuentos na noturna carioca

Defensor da Coudelaria Familia Nova Monteiro prevaleceu na Prova Especial Teóphilo de Vasconcellos.

Comandante Dodge e Leandro Henrique: dupla perfeita

Imagem: Gérson Martins

Atração da reunião noturna desta segunda-feira (9), no Jockey Club Brasileiro, a Prova Especial Teóphilo de Vasconcellos, em 1.200m na pista de areia (variante), para produtos de 3 e mais anos, revelou a vitória de Comandante Dodge, 6 anos, filho de Dodge e Free Wind (High Yield), de criação do Haras Anderson e propriedade da Coudelaria Familia Nova Monteiro.

Cantos Y Cuentos (Put It Back), com grande velocidade inicial, assumiu a dianteira no pique de partida. Uma múltipla disputa instalava-se pela segunda posição: Baccos (Unbridled Star), Desperado (Benny The Bull), Coração de Ouro (Bold Start) e Comandante Dodge. Em último corria Viejo Home (Refuse To Bend).

Na reta de chegada, Cantos Y Cuentos desvencilhou-se do bloco que acionava em sua pegada. Comandante Dodge, por sua vez, tentava engrenar seu arremate, pela baliza cinco. A impressão tida, num primeiro momento, era de que Cantos Y Cuentos não restaria alcançado. Faltando 300 metros para o disco, Cantos Y Cuentos ainda trazia cerca de 3 corpos sobre Comandante Dodge e Desperado, que disputavam, emparelhados, o segundo posto. Foi aí, todavia, que – novamente – brilhou a estrela de Leandro Henrique.

Não desistindo do páreo em momento algum, o jovem piloto levou Comandante Dodge, como dito na gíria, no colo. Emplacando uma derradeira – e irresistível – estocada para cima de Cantos Y Cuentos, Comandante Dodge sacou cabeça sobre o oponente. Desperado (2 e ½) terminou em terceiro, deixando Baccos (6) e Coração de Ouro (8) nos quarto e quinto postos, respectivamente.

Depois: Viejo Home. Jaguaré não correu.           

Treinado por Dulcino Guignoni, Comandante Dodge conquistou a oitava vitória em 17 corridas. Ganhador, dentre outros páreos, do GP Major Suckow (gr.I), Comandante Dodge registrou 1:13.62 para a distância.

Mais notícias

Nota de falecimento: Heitor Peixoto de Castro Palhares

Faleceu ontem à noite o turfista, criador e sócio do Jockey Club Brasileiro, Heitor Peixoto de Castro Palhares. Como criador, Heitor sempre teve éguas na reprodução, alojadas e registradas na Fazenda Mondesir e são de sua criação, animais como Condesir-G2, Fuco-G1, Classic Cool-G3, Legend Wind-G2, Ondesir, Fado, Macis, entre outros. O craque Sunset (GP Brasil 1978) também era de sua... [continua ]

Ler na íntegra

De ponta a ponta, Arrocha vence o Grande Criterium

Farda do Haras Estrela Nova brilhou no GP Linneo de Paula Machado (gr.I).

Ler na íntegra

Del Mar Mile: Blackjackcat vence e Bal A Bali fecha raia

Prova de G2 movimentou a jornada deste domingo (20) em Del Mar.

Ler na íntegra