Banner Haras Regina Topo
05 Nov 2017 | 22:26:48

Cometa Karlo levanta o Clássico São Francisco Xavier (L)

Tordilho do Stud Embalagem obteve a mais importante vitória da campanha, até aqui.

Cometa Karlo superou Essential Lord nos lances decisivos

Imagem: Gérson Martins

Atração da jornada realizada neste domingo (5), no Jockey Club Brasileiro, o Clássico São Francisco Xavier (L), em 1.000m na pista de grama, para produtos de 3 e mais anos, revelou a vitória de Cometa Karlo, 6 anos, filho de Pitu da Guanabara e Karla Bay (Oggex), de criação e propriedade do Stud Embalagem.

Lampião (Dubai Dust) saiu com pressa dos boxes e assumiu a primeira posição. Essential Lord (Dubai Dust) corria em segundo, acionando Cometa Karlo em terceiro. Kirô (Put It Back) aparecia em quarto, ao passo que Tanger (Inexplicable), Eccedente (Wild Event) e Middle Fast (Crimson Tide) disputavam o quarto, emparelhados.

Na reta de chegada, Lampião suportou os avanços de Essential Lord até os 200 finais. Nessa altura, o defensor do Haras Nacional assumiu a dianteira, passando a receber a carga de Cometa Karlo. Na insistência de Alexandre Correia, Cometa Karlo alcançou o espelho ¼ de corpo à frente de Essential Lord. Kiro (1 e ½), Lampião (4) e Eccedente (6 e ½) deram números finais ao marcador. Depois, Tanger. Não correu: Táxi Lunar.

Treinado por Daniel Lopes, Cometa Karlo obteve a sétima vitória (primeira clássica) em 28 apresentações. Tempo de 56.32.

Mais notícias

EUA: Hi Happy perde G3 por pescoço em Santa Anita

Melhor cavalo da América do Sul em 2015 voltou a competir em pista de areia

Ler na íntegra

Olympic Hollywood resiste a Emperor Roderic no Clássico Coaraze (L)

Corredor do Haras Regina obteve batismo clássico, na Gávea.

Ler na íntegra

Os troféus de Matias Machline

Sinônimo de vitórias e conquistas, em diferentes pistas e localidades, Matias Machline brindou a criação brasileira com os inesquecíveis corredores do Haras Rosa do Sul. Na festa da Copa dos Criadores, intitula o momento mais aguardado meeting: a Copa Clássica.

Ler na íntegra