Banner Haras Regina Topo
08 abr 2018 | 18:51:57

Cometa Karlo vence o Clássico Jockey Club de São Paulo (L)

Filho do nacional Pitu da Guanabara, pertencente ao Stud Embalagem, venceu a primeira prova clássica do Derby Day, na Gávea.

Cometa Karlo atropelou com sucesso

Imagem: Gérson Martins

Disputado neste domingo (8), no Hipódromo da Gávea, o Clássico Jockey Club de São Paulo (L), em 1.000m na pista de grama (pesada), para produtos de 2 e mais anos, marcou vitória de Cometa Karlo, 6 anos, filho de Pitu da Guanabara e Karla Bay (Oggex), de criação e propriedade do Stud Embalagem.

Deslocando apenas 47 quilos, a potranca de 2 anos, So In Love (Tiger Heart) forçou, na busca pela primeira posição, juntamente de Maestro da Serra (Mastro Lorenzo). Espiritus (Drosselmeyer) corria em terceiro, aparecendo Best Top (Top Hat) e Voando Sorrindo (Voando Baixo) em seguida. Cometa Karlo, como de praxe, acionava contido, no fundo do pelotão.

No tiro direto, So In Love resistiu às investidas adversárias até a altura dos 300 finais. Nesse ponto, Voando Sorrindo infiltrou-se, por dentro da ponteira, tomando conta da prova. Não demorou, porém, para que Cometa Karlo, em vistoso arremate, roubasse a cena, mais aberto. Rente à cerca, Luna Baluna custava a encontrar caminho livre, para o arremate.

Sob comando de Valdinei Gil, Cometa Karlo derrotou Voando Sorrindo por 1 corpo e ¼. Luna Baluna (1 e ½), que somente teve espaço para avançar nos lances decisivos da prova, finalizou em terceiro. Best Top (2 e ¾) e Espiritus (3) depois.

A seguir, Super Rapha, Maestro da Serra e So In Love.

Treinado por Daniel Lopes, Cometa Karlo obteve a nona vitória em 31 saídas. Ganhador dos Clássicos Sabinus (L) e São Francisco Xavier (L), registrou tempo de 56.14.

Velocista de escol criado pelo Stud Smith de Vasconcellos, Pitu da Guanabara (Ringaro e Seattle, por Southern Halo) desempenhou campanha de realce, ao final da década de 1990 e início dos anos 2000, com 9 vitórias em 17 saídas. Vencedor dos Grandes Prêmios ABCPCC (gr.I) e Proclamação da República (gr.I), sem prejuízo de recordes quebrados, em Cidade Jardim, e de ter atuado na Dubai Golden Shaheen (gr.I), em Dubai, o tordilho deixou 177 produtos seus nos haras brasileiros. A ganhadora de G2, Onda da Guanabara, e a múltipla produtora clássica, Lira da Guanabara (mãe de Energia El Gigante, Energia Garoa e de Filho Campeão) representam os destaques de sua produção.

Mais notícias

PR: Green Century leva a Prova Especial José Cid Campelo

Páreo de pesos especiais marcou a principal atração da "noturna" em Curitiba

Ler na íntegra

GP São Paulo Black Opal 2018: balizamento

Sorteio foi realizado ontem (28), no Hipódromo de Cidade Jardim.

Ler na íntegra

Royal Ascot: Ribchester, Lady Aurelia e Barney Roy brilham no primeiro dia do festival

Farda da Godolphin desfilou inspirada pela pista britânica.

Ler na íntegra