Banner Haras Regina Topo
21 Mar 2017 | 23:39:17

Criação: Berlino Di Tiger servirá na Jamaica

Crioulo do Haras Curitibano viajou para o país juntamente do ganhador de G1, Lion Tamer

Berlino Di Tiger cobrirá em Portmore, na Jamaica

Imagem: Churchill Downs

Depois de ter feito história em pista, ao se tornar o primeiro PSI brasileiro a vencer uma prova graduada na distância dos 1.000 metros nos Estados Unidos, Berino Di Tiger, 9 anos, de criação do Haras Curitibano, expandirá a genética brasileira sobre novos horizontes. O alazão seguiu para a Jamaica, onde servirá a exemplo do ganhador de G1 Lion Tamer, de acordo com publicação do Daily Racing Form.

Filho de Tiger Heart e Rainha da Bateria (Torrential), Berlino Di Tiger competiu por 9 vezes no Brasil para obter 7 primeiros lugares. Tendo sua principal vitória acontecido no Grande Prêmio ABCPCC (gr.I), em Cidade Jardim, no ano de 2011, o alazão também venceu - na capital paulista - os Grandes Prêmios ABCPCC Velocidade (gr.III) e Pres. Julio Mesquita (gr.III). Berlino Di Tiger foi, ainda, terceiro colocado no GP Major Suckow (gr.I) em 2011.

Já nos Estados Unidos, Berlino Di Tiger (que seguiu defendendo a farda do Stud Sampaio) apresentou-se por outras 14 ocasiões, tendo vencido em uma delas: na reunião do Kentucky Derby (gr.I) de 2013, o velocista levantou o Twin Spires Turf Sprint Stakes (gr.III) em Churchill Downs. Berlino Di Tiger chegou a competir, ainda, na Al Quoz Sprint (gr.I) de 2014, em Dubai, na qual finalizara em décimo primeiro.

Ao todo, Berlino Di Tiger encerrou campanha com 25 apresentações e 8 primeiros lugares e pouco mais de US$ 230 mil em prêmios. Na Jamaica, o "sprinter" cobrirá a 80 mil dólares jamaicanos - cerca de US$ 630,00 no HAM Stables, em Portmore.

Mencionado acima, Lion Tamer também seguiu viagem para a Jamaica, mas fora enviado para Orange Valley Estates. Nascido no ano 2000, Lion Tammer (filho de Wills Way e Tipeecanoe Creek, por Olympio) foi à pista por 20 vezes para conquistar 8 primeiros lugares. Suas principais vitórias aconteceram na Cigar Mile (gr.I), Commonwealth Breeders' Cup Stakes (gr.II) e Richter Breeders' Cup Stakes (gr.II), além de terceiros lugares na Breeders' Cup Sprint (gr.I) e no Vosburgh Stakes (gr.I). 

Tendo ingressado na reprodução em 2007, Lion Tammer passou a servir no Clear Creek Stud, em Folsom, na Califórnia - sendo que em 2016, na sua última estação de monta no local, seus serviços foram negociados a US$ 2,6 mil. Pai de 72 ganhadores de mais de US$ 4,5 milhões em prêmios, Lion Tammer tem nos stakes winners Heavy On Themister e Southern Dude seus principais produtos. 

Mais notícias

Silence Is Gold retoma rotina de vitórias no GP Diana (gr.I)

Potranca do Stud São Francisco da Serra superou atuação aquém do esperado na primeira prova para voltar a vencer. Haras São José da Serra emplacou, como criador, o segundo G1 na tarde.

Ler na íntegra

De ponta a ponta, Olympic History conquista a Prova Especial Gastadora

Agora competindo para os interesses do Haras Santa Maria de Araras, filha de Soldier of Fortune debutou, em alto estilo, na capital paulista.

Ler na íntegra

Mercado: Salto Olímpico e January Jones seguem para a Ásia

Algumas semanas após Esfinge ter sido adquirida por investidores japoneses, outros dois animais PSI criados no Brasil tiveram seladas as suas negociações junto a proprietários asiáticos. Em operações intermediadas pela Agência TBS, Salto Olímpico e January Jones seguirão suas respectivas carreiras - ele de corredor, e ela de matriz - na Ásia.

Ler na íntegra