Banner Haras Regina Topo
08 jul 2017 | 23:28:32

Égua do ano na Argentina, Dona Bruja segue invicta nos Estados Unidos

Corredora pertencente ao brasileiro Ivan Gasparotto venceu o Modesty Handicap (gr.III).

Dona Bruja impressionou pela facilidade da vitória

Imagem: Four Footed Fotos/Paulickreport.com

Eleita “égua do ano” na Argentina, em 2016, Dona Bruja, 5 anos, filha de Storm Embrujado e This Is Crazy (Nureyev), de criação do brasileiro Ivan Roberto Gasparotto – que detém sua propriedade por meio de Dom Felipe LLC – deu manutenção à invencibilidade nos Estados Unidos neste sábado (8). Dona Bruja venceu, em Arlington Park, o Modesty Handicap (gr.III), em 1.900m na pista de grama, para éguas de 3 e mais anos, com US$ 1 milhão de dotação.

Favorita dos apostadores, Dona Bruja acionou no fundo do pelotão para pulverizar suas oponentes na reta de chegada. Sob o comando de Declan Cannon, Dona Bruja ultrapassou as oponentes a puro galope, somente tendo sido posta para correr nos últimos 150 metros.

Dona Bruja derrotou Prado’s Sweet Ride (Fort Prado) por 1 corpo no disco. Time And Motion (Tapit) terminou na terceira colocação.

Treinada pelo também argentino Ignacio Correas, Dona Bruja conquistou a décima vitória em 12 corridas. Em seu país natal, Dona Bruja venceu os Clásicos Los Haras (gr.II), Ezequiel M. Fernades Guerrico (gr.II), Sibila (gr.II) e por último a Copa de Plata (gr.I), que marcou sua despedida da América do Sul, em dezembro do ano passado. A corredora havia debutado no último mês de junho nos Estados Unidos, vencendo o Old Forest Mint Julep Handicap (gr.III), em Churchill Downs.

Tempo de 1:55.75.

Mais notícias

Quarteto de Cordas apronta para a Breeders’ Cup Turf

Brasileiro deverá alinhar na importante disputa do próximo dia 3 de novembro, em Churchill Downs.

Ler na íntegra

Silence Is Gold vence G3 e retorna a liderança da geração entre as potrancas

Defensora do Stud São Francisco da Serra venceu de ponta a ponta

Ler na íntegra

Aos esbarros, Winx é bicampeã de G1 na Austrália

Melhor PSI do mundo, ao lado de Arrogate, craque australiana venceu, pela segunda vez, o George Ryder Stakes (gr.I)

Ler na íntegra