Banner Haras Regina Topo
04 Ago 2018 | 16:47:31

Em final atribulado, Touriga vence a Taça de Prata

Potranca do Haras Dilema conquistou o Grande Prêmio Margarida Polak Lara – Taça de Prata (gr.I) após desclassificação de Lisboeta.

Touriga (número 1) prevaleceu após a desclassificação de Lisboeta.

Imagem: Gérson Martins

Uma das atrações da Copa dos Criadores, o Grande Prêmio Margarida Polak Lara – Taça de Prata (gr.I), em 1.600m na pista de grama (pesada), com mais de R$ 95 mil para a primeira colocada, marcou a vitória de Touriga, filha de Put It Back e Just Perfect (Nugget Point), de criação da Fazenda Mondesir e propriedade do Haras Dilema.

Ray Grass (Cisne Branco), no intento de fazer corrida para Bay Ovar (Drosselmeyer), fez questão da primeira colocação. All Red (Redattore), outra que forçou aberta, firmou-se em segundo, correndo Lisboeta (Quick Road) e Guapa Loca (Shanghai Bobby) na disputa da terceira colocação. Gaivinia corria em quinto e Touriga, na cola da defensora do Araras, aparecia na sexta posição.

Terminada a reta oposta, All Red não baixava guarda nos ataques para cima de Ray Grass. Guapa Loca vigiava a dupla, em terceiro. Na segunda metade da curva, Jorge Ricardo deu rédeas a Touriga, que, em questão de apenas 100 metros, saltou da sexta para a segunda colocação.

Abordada a reta final, Ray Grass não foi páreo para Touriga, que tomou conta da prova logo na seta dos 500 finais. Em sua pegada, porém, logo arrancou a parelha do Haras Figueira do Lago, composta por Little Bad Girl (Agnes Gold) e Lisboeta. Acompanhava a dupla, no ingresso à briga, Gaivina.

Lançada por dentro de Touriga, Lisboeta partiu para cima da líder. Por fora, Little Bad Girl e Gaivina seguiam ameaçadoras. Faltando 200 metros para o disco, Little Bad Girl reduziu o espaço de Gaivina, então arrancada por fora de Little Bad Girl por Valdinei Gil. Na altura dos últimos 100, persistia panorama de total indefinição. Lisboeta, nos galões decisivos, sacou ¼ de corpo sobre Touriga, finalizando Gaivina (1) em terceiro e Little Bad Girl (1 e ¼) em quarto. Na quinta posição, Bay Ovar (7 e ¼).

Após o páreo, o jóquei de Gaivina reclamou prejuízos de Little Bad Girl, que teriam favorecido à ganhadora Lisboeta. Após análise do filme patrulha, a comissão de corridas desclassificou Lisboeta, passando, a nova ordem de chegada, à seguinte composição: Touriga, Gaivina, Lisboeta e Little Bad Girl.

Depois chegaram Guapa Loca, Ray Grass, Platine, All Red e Pineapple Pie.

Inscrição de P. S. de Deus, Touriga obteve a segunda vitória em 4 saídas. Vinda de escoltar Gaivina na Prova Especial Be Fair, que serviu de teste para a Taça de Prata, Touriga percorreu a milha na marca de 1:39.71.

Mais notícias

Numa jornada brilhante de Delmar e Silva, Hotaru vence o Ministro da Agricultura

Alazão do Stud A.M.L. adaptou-se com louvor à milha e meia.

Ler na íntegra

Leilão da Criação Nacional: sorteio da ordem de entrada ocorrerá via Loteria Federal

Evento será realizado, pela primeira vez no Rio de Janeiro, nos dias 22 e 24 de junho

Ler na íntegra

Mercado: filha de Galileo alcança € 3,2 milhões em Goffs

Leilão realizado na Irlanda movimentou o mercado internacional. Fêmeas de Galileo lideraram os preços.

Ler na íntegra