Banner Haras Regina Topo
15 Jan 2018 | 03:36:18

Feiticeira Kowboy, uma Kodiak Kowboy, vence o 50º Turfe Gaúcho

Potranca do Stud y Haras Viejo Paco derrotou os machos na tradicional prova da cancha reta brasileira.

Feiticeira Kowboy levantou o 50º GP Turfe Gaúcho

Imagem: Divulgação JCRS

Entre sábado (13) e domingo (14), no Jockey Club do Rio Grande do Sul, realizou-se a 50ª edição do Grande Prêmio Turfe Gaúcho, em 700m na pista de areia, para produtos de 2 anos, em regulamento próprio. Vitória de Feiticeira Kowboy, filha de Kodiak Kowboy e Lima Nova (Minstrel Glory), de criação do Haras Nijú e propriedade do Stud y Haras Viejo Paco.

Com Marcelo B. Souza “up”, Feiticeira Kowboy derrotou Gold Wing e Epopea D’Anafer – ambos filhos de Benny The Bull – na seletiva de sábado. Na final, do dia seguinte, avançou sobre Madame Quick (Quick Road) na altura dos derradeiros 400 metros, tomando a primeira colocação. Dali em diante, somente aumentou a vantagem, até o disco.

Madame Quick formou a dupla a 4 corpos e ½. Forte Cheyenne (Kodiak Kowboy) finalizou em terceiro. Ahaha (Shanghai Bobby) em quarto.

Treinada por Darci Mineto, Feiticeira Kowboy parou os relógios na marca de 40.90. Pertencente à primeira geração brasileira de Kodiak Kowboy (Posse), por sua vez produtor de G1 nos Estados Unidos, Feiticeira Kowboy descende da ganhadora de prova especial, na Gávea, Lima Nova, até então destacada, na condição de matriz, pelo clássico Falastrão e pelo invicto Durban King.

Toor prevaleceu no Clássico Abertura da Temporada Clássica

Na sexta-feira (12), produtos de 3 e mais anos disputaram o Clássico Abertura da Temporada Clássica, em 1.200m na pista de areia. Vitória de Toor, 3 anos, filho de Gregoriano e Poderosa Estrela (Romarin), de criação do Stud Sobrosa e propriedade de Amilcar Pereira de Pereira.

Conduzido por C. Macedo, Toor bateu Xaxa Glory (Blade Prospector) por ¾ de corpo. Peron (Redattore) finalizou em terceiro, deixando Gló (Refuse To Bend) e Hefestion (Al Arab) no complemento do marcador.

Cristian Adriani Moura é quem responde pelo treinamento do ganhador, que obteve a segunda vitória em 11 corridas. Tempo de 1:15.40.

Mais notícias

Número 1 do mundo: Jorge Ricardo bate recorde em San Isidro

Com Hope Glory, bridão tornou-se o primeiro jóquei, na história, a vencer 12.845 corridas.

Ler na íntegra

Songbird tem prenhes confirmada de Arrogate

Adquirida por US$ 9,5 milhões, em novembro, campeã norte-americana foi padreada pelo, contemporâneo e igualmente campeão, Arrogate.

Ler na íntegra

Logo mais, o Kentucky Derby 2018

Uma das provas mais cobiçadas do mundo, o Derby de Kentucky apresenta uma de suas mais promissoras edições. Na sexta-feira, Monomoy Girl venceu o Kentucky Oaks (gr.I).

Ler na íntegra