Banner Haras Regina Topo
04 nov 2018 | 01:49:40

Hassenah sobe com louvor aos 2.000 metros e vence G2

Defensora do Stud AML confirmou favoritismo no GP Conde Sílvio Álvares Penteado (gr.II).

Hassenah conquistou nova vitória clássica.

Imagem: Marília Lemos

Disputado neste sábado (3), em Cidade Jardim, o Grande Prêmio Conde Sílvio Álvares Penteado (gr.II), em 2.000m na pista de grama (macia, com 8 de cerca móvel), para éguas de 3 e mais anos, marcou novo êxito de Hassenah, 5 anos, filha de Red Runner e Xterra (Sulamani), de criação do Haras Palmerini e propriedade do Stud AML.

Enquanto Arte Olímpica (Forestry) e Allez-Piaf (Pounced) ditavam o ritmo da prova, nas duas primeiras colocações, André Luis Silva aguardava com Hassenah, na terceira posição. Abordada a reta final, Arte Olímpica deu por encerrada a sua missão na prova. Pela baliza um, avançou Little Eatly (T. H. Approval). Por fora, Allez-Piaf já recebia a carga de Hassenah.

Com melhor ação, Hassenah assumiu a dianteira a 350 metros do disco. Nos lances decisivos, teve de lidar com a carga de Miss Carola (T. H. Approval). Ainda assim, manteve-se na primeira colocação, derrotando Miss Carola por 1 corpo e ¼. Little Eatly (2 e ¾) foi a terceira, finalizando Aigua (por Molengão, 2 e ¾), ligeiramente atrasada, em quarto. Epaepaepa (por Public Purse, 5 e ¼) foi a quinta.

Depois, Allez-Piaf, Guerra Nuclear e Arte Olímpica.

Treinada em Curitiba/PR por Luiz Roberto Feltran, Hassenah conquistou a sétima vitória em 11 saídas. Tempo de 2:01.06, com finais de 23.62 e 12.23.

Mais notícias

Na areia, Utopista supera Consul American

Defensor do Stud Los Alamos venceu a Prova Especial Criação Paulista.

Ler na íntegra

Fronteira Around larga e acaba no Clássico Imprensa (L)

Corredora de Black Opal Stud conquistou batismo clássico, em Cidade Jardim.

Ler na íntegra

Halston: vitória de craque no Derby Paulista

Filho do nacional Setembro Chove rendeu o segundo troféu da prova ao Haras Cifra.

Ler na íntegra