19 Mar 2017 | 16:47:55

RS: na abertura das tríplices coroas juvenis, melhor para Nadador Lô e Perfect Bullet

Produtos da geração 2014 estiveram em evidência na pista do Cristal

Nadador Lô abriu a tríplice coroa juvenil de machos

Imagem: Divulgação JCRS

Na tarde de ontem (18), tiveram início, em Porto Alegre, as disputas das tríplices coroas juvenis. E nos embates destinados à geração 2014, foram os nomes de Nadador Lô e Perfect Bullet que estiveram em evidência. 

No pulo de largada do Clássico Paulo Rosa Wairich, em 1.200m na areia, para produtos de 2 anos, Barbo (Desejado Thunder) acusou boa velocidade inicial, tomando conta das ações quando ainda eram corridos os primeiros lances do páreo. Best Top (Top Hat) era o segundo, enquanto Nadador Lô alternava entre as sexta e quinta colocações.

Abordada a reta final, Barbo desvencilhou-se de Best Top, ao passo que Nadador Lô e Desejado D'Anafer (Desejado Thunder) atropelavam mais abertos. Engrenando boa ação, Nadador Lô - com M. B. Souza "up" - dominou Barbo nos 200 finais, sem, entretanto, se livrar de Desejado D'Anafer. Nos lances decisivos, Nadador Lô aumentou sua vantagem em relação a Desejado D'Anafer para cruzar o espelho 1 corpo e 1/4 à frente do oponente. Ganache (Inexplicable) foi o terceiro e Barbo o o quarto. Dolce D'Anafer (Union Avenue) finalizou em quinto.

Treinado por H. P. Machado, Nadador Lô competiu 4 vezes até aqui para obter 3 primeiros lugares (com especial menção, também, para o Clássico J. A. Flores da Cunha). Filho de Crimson Tide e Yes Grêmio (Exile King), o ganhador é um crioulo do Haras Capela de Santana e propriedade do Stud Casablanca. Tempo de 1:16.50.

Já no Clássico Armando F. G. Hofmeister, em 1.200m na pista de areia, potrancas de 2 anos foram à pista na 1ª prova da tríplice coroa juvenil de fêmeas. Com notável velocidade, Perfect Bullet mandou-se para a dianteira após a partida. Fiore (Wild Event) e Argona (Benny The Bull) disputavam o segundo.

Na reta final, Bernardo Pinheiro manteve Perfect Bullet rente aos paus - e foi por ali que a corredora trilhou sua vitória, até o disco. Em que pese os ameaçadores avanços de Argona, a meio de pista, Perfect Bullet conseguiu aparar com sucesso as investidas da adversária para lhe bater por 3 corpos no espelho. Companheira de farda da ganhadora, Lady Kesha (Tiger Heart) foi a terceira. Fofolete (Put It Back) e Fiore completaram o marcador.

A. C. Silveira é o treinador de Perfect Bullet, que em 3 corridas obteve 2 vitórias - incluindo, ainda, uma seletiva do GP Turfe Gaúcho. Tempo de 1:16.40.

Mais notícias

Paint Naif relembra os velhos tempos e arranha recorde na PE Bal A Bali

Numa exibição à altura de seus melhores dias, Paint Naif, 5 anos, filho de Crimson Tide e Painter's Dream (Royal Academy), de criação e propriedade do Stud São Francisco da Serra, venceu, nesse domingo (22), a Prova Especial Bal A Bali, disputada na Gávea, por produtos de 3 e mais anos, na distância dos 1.400m na grama (cerca móvel de... [continua ]

Ler na íntegra

GP São Paulo 2017: confira resolução sobre addeds, valores e datas

Comissão de corridas veiculou as informações oficiais sobre as inscrições nos grandes prêmios componentes do festival

Ler na íntegra

França: os demais resultados do domingo

Além do Prix l’Arc de Triomphe, outras 5 corridas de G1 foram disputadas na jornada máxima francesa, em Chantilly.

Ler na íntegra