19 Mar 2017 | 16:47:55

RS: na abertura das tríplices coroas juvenis, melhor para Nadador Lô e Perfect Bullet

Produtos da geração 2014 estiveram em evidência na pista do Cristal

Nadador Lô abriu a tríplice coroa juvenil de machos

Imagem: Divulgação JCRS

Na tarde de ontem (18), tiveram início, em Porto Alegre, as disputas das tríplices coroas juvenis. E nos embates destinados à geração 2014, foram os nomes de Nadador Lô e Perfect Bullet que estiveram em evidência. 

No pulo de largada do Clássico Paulo Rosa Wairich, em 1.200m na areia, para produtos de 2 anos, Barbo (Desejado Thunder) acusou boa velocidade inicial, tomando conta das ações quando ainda eram corridos os primeiros lances do páreo. Best Top (Top Hat) era o segundo, enquanto Nadador Lô alternava entre as sexta e quinta colocações.

Abordada a reta final, Barbo desvencilhou-se de Best Top, ao passo que Nadador Lô e Desejado D'Anafer (Desejado Thunder) atropelavam mais abertos. Engrenando boa ação, Nadador Lô - com M. B. Souza "up" - dominou Barbo nos 200 finais, sem, entretanto, se livrar de Desejado D'Anafer. Nos lances decisivos, Nadador Lô aumentou sua vantagem em relação a Desejado D'Anafer para cruzar o espelho 1 corpo e 1/4 à frente do oponente. Ganache (Inexplicable) foi o terceiro e Barbo o o quarto. Dolce D'Anafer (Union Avenue) finalizou em quinto.

Treinado por H. P. Machado, Nadador Lô competiu 4 vezes até aqui para obter 3 primeiros lugares (com especial menção, também, para o Clássico J. A. Flores da Cunha). Filho de Crimson Tide e Yes Grêmio (Exile King), o ganhador é um crioulo do Haras Capela de Santana e propriedade do Stud Casablanca. Tempo de 1:16.50.

Já no Clássico Armando F. G. Hofmeister, em 1.200m na pista de areia, potrancas de 2 anos foram à pista na 1ª prova da tríplice coroa juvenil de fêmeas. Com notável velocidade, Perfect Bullet mandou-se para a dianteira após a partida. Fiore (Wild Event) e Argona (Benny The Bull) disputavam o segundo.

Na reta final, Bernardo Pinheiro manteve Perfect Bullet rente aos paus - e foi por ali que a corredora trilhou sua vitória, até o disco. Em que pese os ameaçadores avanços de Argona, a meio de pista, Perfect Bullet conseguiu aparar com sucesso as investidas da adversária para lhe bater por 3 corpos no espelho. Companheira de farda da ganhadora, Lady Kesha (Tiger Heart) foi a terceira. Fofolete (Put It Back) e Fiore completaram o marcador.

A. C. Silveira é o treinador de Perfect Bullet, que em 3 corridas obteve 2 vitórias - incluindo, ainda, uma seletiva do GP Turfe Gaúcho. Tempo de 1:16.40.

Mais notícias

Olympic Fluke vence a Prova Especial Cacique Negro

Corredor do Haras Moema prevaleceu, com autoridade, no embate dos fundistas em Cidade Jardim.

Ler na íntegra

Etapa paulista do Leilão da Criação Nacional movimenta mais de R$ 2,7 milhões

Em 2 dias de evento, 95 produtos da geração 2015 foram leiloados no tattersall do Jockey Club de São Paulo

Ler na íntegra

Love 'N' Happiness, uma Setembro Chove, sobra no GP Emerald Hill (gr.III)

Potranca do Stud Chesapeake abandonou o perdedor em alto estilo

Ler na íntegra