07 Out 2017 | 20:10:27

Xingu Thunder reina soberano entre os milheiros

Tordilho do Stud Galope venceu com autoridade o Clássico Alberto Santos Dumont (L).

Xingu Thunder venceu de ponta a ponta

Imagem: Marília Lemos

Derradeiro embate do calendário clássico paulista deste sábado (7), em Cidade Jardim, o Clássico Alberto Santos Dumont (L), em 1.600m na raia de grama pesada, para animais de 3 e mais anos, teve em Xingu Thunder, 5 anos, filho de Durban Thunder e Now Cat (Know Heights), de criação do Haras Ponta Porã e propriedade do Stud Galope, o seu ganhador.

Voluntarioso, Xingu Thunder assumiu a vanguarda - como de praxe - logo após a partida. À medida que seus adversários permitiram que o tordilho ditasse o ritmo da competição, a seu gosto, Xingu Thunder ingressou ainda inteiro na reta de chegada.

O múltiplo ganhador de G1 Frisson (Refuse To Bend), que retornava à distância da milha, arrematou para formar a dupla a 5 corpos e 1/2 do primeiro colocado, livrando ligeira vantagem sobre Snow Board (por Hard Buck, 5 e 1/2). Olympic Gulliver (por Roderic O'Connor, 6 e 3/4) e Anthony Quinn (por Elusive Quality, 7 e 3/4) nas quarta e quinta colocações, respectivamente. A seguir: Barão da Serra, The Buteler, Marechal (ARG) e Xambre Thunder.

Recebendo o treinamento de Delmar Lima Albres em Curitiba/PR, Xingu Thunder conquistou a quinta vitória (quarta clássica) em 16 corridas. Vencedor, na Gávea, dos Grandes Prêmios Conde de Herzberg (gr.II), José Buarque de Macedo (gr.III) e José Paulino Nogueira (gr.III), Xingu Thunder percorreu a milha na marca de 1:35.89.

 

Mais notícias

No GP ABCPCC, Perbene alcança o tão merecido grupo I

Alazão do Stud Sampaio sobrou no embate dos velocistas em São Paulo

Ler na íntegra

Na redução de distância, Desejada Poty prevalece na Prova Especial Bucarest

Defensora do Stud Escorial conquistou sua primeira vitória fora da chamada comum.

Ler na íntegra

Enable repete sucesso de Epsom no Irish Oaks (gr.I)

Potranca da Juddmonte Farms encantou pela facilidade do êxito obtido.

Ler na íntegra