Banner Haras Regina Topo
05 Ago 2018 | 20:51:25

Fitzgerald vence mais uma em Maroñas

Crioulo do Haras Santa Maria de Araras conquistou o Clásico Zelmar Michelini (URU-gr.III).

Fitzgerald segue vencendo em Maroñas.

Imagem: Ovacion Digital (Arquivo)

Neste domingo (5), em Montevidéu, o Clásico Zelmar Michelini (URU-gr.III), em 1.500m na pista de areia, para produtos de 3 e mais anos, revelou nova vitória do brasileiro Fitzgerald, 4 anos, filho de Put It Back e Via Jet (Wild Event), de criação do Haras Santa Maria de Araras e propriedade do Stud La Fe.

Mesmo apanhando má partida, Fitzgerald precisou de apenas 200 metros para recuperar-se e assumir a primeira colocação. Na reta de chegada, Fitzgerald chegou a ser acossado pelo também brasileiro Almoradi (por Top Hat, de criação Calunga e propriedade do Stud Crespi), na altura dos derradeiros 300 metros. Quando impulsionado por Luis Cáceres, porém, Fitzgerald escapou, em definitivo, rumo ao disco.

Almoradi formou a dupla a 4 corpos, finalizando Retador (Good Report) em terceiro. El Topo (por Wild Event, de criação do Haras Santa Maria de Araras) e Maraton (por Holy Roman Emperor, de criação do Haras Santa Camila e propriedade do Haras Moema), ao finalizar nas quarta e quinta colocações, respectivamente, figuraram como os outros dois brasileiros na ordem do placar remunerado.

Treinado por Jorge Firpo, Fitzgerald conquistou a sétima vitória em 10 corridas. Vencedor de 6 páreos do calendário clássico local, percorreu a distância no tempo de 1:29.79.

Outra prova de destaque na programação uruguaia, o Clásico Asemblea de La Florida (gr.III), em 2.000m na areia, para produtos de 3 e mais anos, marcou ponta e dupla de criação e propriedade da seção uruguaia do Haras Bagé do Sul. Comandou a dobrada Don Carrasco, 4 anos, filho dos brasileiros Alcorano e Anita Querida (Ayrton S).

Everton Rodrigues conduziu o ganhador, que derrotou o companheiro de farda, Pretor do Sul (Asidero) por ½ pescoço. O brasileiro Olympic Harvard (por Drosselmeyer, do Haras Regina) finalizou na terceira colocação. Bem Hur (Honour And Glory) foi o quarto e Cerro Largo (por Drosselmeyer, de criação do Haras Fronteira), outro brasileiro, o quinto.

Recebendo treinamento de Alcides de Los Santos (responsável pelos 3 primeiros colocados), Don Carrasco conquistou a terceira vitória em 10 saídas. Vencedor do GP Pedro Piñeyrúa (URU-gr.I), percorreu os dois quilômetros na marca de 2:03.92.

Mais notícias

Poet’s Word conquista o King George VI & Queen Elizabeth Stakes (gr.I)

Numa das mais tradicionais provas do turfe internacional, filho de Poet’s Voice superou Crystal Ocean, em final de emoção.

Ler na íntegra

Nota de falecimento: Olavo Jerônimo

Olavo Jerônimo Imagem: Porfírio Menezes/Divulgação JCSP O turfe brasileiro perdeu, nesta quarta-feira (23), um dos mais antigos e vitoriosos nomes, de seu quadro de profissionais: Olavo Jerônimo. O falecimento do treinador foi noticiado pelo Jockey Club de São Paulo, por meio de seu website. Natural de Ressaquinha, Minas Gerais, Olavo iniciou nas cocheiras de Pedro Nickel, como segundo gerente. Passando... [continua ]

Ler na íntegra

Saratoga: Forever Unbridled ofusca Songbird no Personal Ensign Stakes (gr.I)

Na mesma reunião, West Coast venceu o Travers Stakes (gr.I).

Ler na íntegra