27 abr 2020 | 19:38:47

Aos 28 anos, morre o reprodutor Torrential

Ganhador de G1 e múltiplo produtor clássico, garanhão faleceu em Teresópolis/RJ.

Torrential produziu ganhadores clássicos dos 1.000 aos 2.400 metros.

Imagem: Divulgação Hs. Santa Rita da Serra

Faleceu nesta segunda-feira (27), em Teresópolis/RJ, no Haras Santa Rita da Serra, o reprodutor Torrential. Aposentado havia 3 anos, o garanhão faleceu por causas naturais.

Nascido em 1992, Torrential foi criado por Peter Brant, no Kentucky. Filho do excelente Gulch, Torrential teve, como mãe, a não menos brilhante Killaloe (Dr. Fager), uma múltipla produtora clássica que, além de Torrential, deu à luz ninguém menos que Fappiano.

Nas vendas de Keeneland, em julho de 1993, Torrential foi arrematado pela Darley, no valor de US$ 375.000,00. Enviado, inédito, à Europa, deu início à campanha, aos 3 anos, na Grã-Bretanha. Foi na França, contudo, que obteve seu êxito de maior importância, ao levantar o Prix Jean Prat (G1), em Chantilly. Na sequência, finalizou em quarto, no Grand Prix de Paris (G1), terminando próximo de Valanour e Singspiel.

De volta aos Estados Unidos, formou a dupla no American Derby (G2) levantado por Gold And Steel. Encerrou campanha com 3 vitórias em 8 saídas, tendo ingressado na reprodução na temporada de 1997, no Kentucky. Em 2002, Torrential foi importado por um condomínio de criadores brasileiros, liderados pelo Haras Santa Rita da Serra – cuja seção paranaense, em Tijucas do Sul, serviu de alojamento a Torrential, dali em diante.

No Brasil, Torrential revelou-se múltiplo produtor clássico, com ganhadores black type em ambas as pistas, dos 1.000 aos 2.400 metros. Além dos ganhadores de G1 Energia Davos e Hook The Pirate, destacou-se, pelas patas de animais como Vitalino Mestre (tríplice coroado no Paraná,  precocemente desaparecido, nos Estados Unidos); dos vencedores de G2 Baby Victory, Taleban, Vale da Lua, Serelepe e Taverne; e dos ganhadores de G3 Beausejour, Donatela Bela, Ursula’s Home, Victoria Beach e Ully di Josefine.

Como avô materno, Torrential consta no pedigree de destacados animais, a exemplo de Taksim (ganhador de G1, filho da já mencionada Taverne), de Berlino di Tiger (vencedor de G1 no Brasil e de G3 nos Estados Unidos, filho de Rainha da Bateria) e de Campelanda (recente vencedor do GP Pres. José Cerquinho de Assumpção (G3), sendo outro produto de Rainha da Bateria).

Torrential cumpriu sua última temporada de monta em 2017. Em março de 2018, foi aposentado e transferido, para descanso, na base do Haras Santa Rita da Serra localizada na serra fluminense.

Mais notícias

ABCPCC informa: emolumento para cadastro de proprietário avulso

Ler na íntegra

Um dos mais antigos criadores do Brasil, Clemente Moletta é homenageado no PR

Prestes a completar seu nonagésimo aniversário, turfista paranaense é tema de matéria no site oficial do JCP. Quinto páreo da programação desta quinta-feira (6) também homenageará o criador.

Ler na íntegra

Marlin Azul: atropelada certeira na Prova Especial Alfredo Sestini

Defensor de Edson Alexandre voltou a demonstrar sua alta qualidade, em Cidade Jardim.

Ler na íntegra