24 fev 2017 | 18:31:17

Aos "45 do segundo tempo", Bal A Bali trabalha - e agrada - na Califórnia

Ainda que já constando no "cardápio" de reprodutores da Calumet Farm para a temporada de monta de 2017, Bal A Bali parece ter ganhado uma sobrevida em sua campanha de corredor. No último fim de semana, o brasileiro chamou a atenção nos matinais de Santa Anita Park ao passar os 1.200 metros em pouco mais de 73 segundos.


Mesmo com coberturas cotadas na Calumet Farm, Bal A Bali deverá encarar G1
Imagem: Benoit

"Eu lhe dei um descanso, e eles (os proprietários) decidiram que se ele não voltasse a trabalhar bem, lhe mandariam para a reprodução. Mas ele está treinando bem demais para ir para a reprodução", declarou Richard Mandella à reportagem da Blood Horse, em matéria assinada por Jeremy Balan. 

Após fracassar na Gold Cup (gr.I) de Santa Anita, em junho do ano passado, Bal A Bali foi enviado por Mandella para o centro de treinamentos de San Luis Rey Downs (onde está radicado, dentre outros profissionais, o brasileiro Felipe Nickel Souza), para um período de recuperação. Nesse meio tempo, foi veiculada a informação de que o filho de Put It Back e In My Side (Clackson) teria encerrado a sua campanha, sendo que os boatos se intensificaram quando a Calumet Farm anunciou o castanho de 7 anos em seu staff de garanhões para 2017 - com coberturas cotadas a US$ 10 mil. A aposentadoria do corredor pertencente à Fox Hill Farm e Siena Farm, todavia, fora repensada dado seu ótimo desempenho nos treinamentos.

Bal A Bali passa a mirar, agora, a Frank E. Kilroe Mile (gr.I), no dia 11 de março, em Santa Anita, páreo em que finalizara na terceira posição em 2016. Um dos melhores corredores da história do turfe brasileiro, o crioulo do Haras Santa Maria de Araras enfrentou, antes mesmo de sua estreia nos Estados Unidos, o drama da laminite. E após tratamento, e recuperação, cinematográficos, Bal A Bali retomou sua campanha no hemisfério norte, tendo vencido o American Stakes (gr.III) no "debut", e depois argolado diversas colocações clássicas, entre provas de G1, G2 e G3. 

Mais notícias

Olympic Joseph banca a desforra contra Roxoterra

Defensor do Stud Irmãos do Turfe conquistou o Clássico Luiz e José Vieira de Carvalho Mesquita (L).

Set Ton aprova a pista de grama e congela cronômetros no Clássico Ernani de Freitas (L)

Filho de Drosselmeyer pertence a Carlos Antonio Platzeck.

De ponta a ponta, Conta Cheia prevalece na Prova Especial Duplex

Arenático do Stud Nicholas & Enrico Jarussi retomou o caminho das vitórias.