06 jan 2018 | 16:02:35

Cinderela confirma favoritismo na Prova Especial Dulce

Filha do nacional Out of Control, pertencente ao Haras Phillipson, aprovou a distância dos 2.600 metros.

Cinderela superou a potranca Tango Mania

Imagem: Marília Lemos

Disputada neste sábado (6), em Cidade Jardim, a Prova Especial Dulce, em 2.600m na pista de grama (pesada, com 7m de cerca móvel), marcou a vitória da favorita Cinderela, 5 anos, filha de Out of Control e Threelittlewords (Wild Event), de criação do Stud TNT e propriedade do Haras Phillipson.

Tango Mania (Soldier of Fortune) assumiu a liderança após a largada. André Luis Silva logo posicionou Cinderela em segundo. Flackellile (Nedawi), Sirinx (Public Purse) e Olympic Giulia (Shirocco) na sequência.

Sem alterações, Tango Mania e Cinderela desprenderam-se das demais, durante a curva da direita. Na reta oposta, o panorama continuou o mesmo. Abordada a reta final, Cinderela carregou sobre Tango Mania.

Sem que as demais competidoras tenham conseguido desatar suas atropeladas, a sorte do páreo resumiu-se ao duelo travado entre Tango Mania e Cinderela. Mesmo dando 7 quilos de vantagem para a oponente, Cinderela fez valer sua maior categoria, nos 200 finais, rumando para o vencedor.

Tango Mania formou a dupla a 1 corpo e ¼. Sirinx (2 e ¾) finalizou em terceiro. Depois, Flackellile (5 e ½) e Olympic Giulia (11 e ¾).

Treinada por Ermelino Sampaio, Cinderela obteve a quarta vitória em 22 corridas. Ganhadora da Prova Especial Off The Way, Cinderela anotou o novo recorde para a distância: 2:45.90.

Mais notícias

Symbolus: estreia de luxo na capital paulista

Defensor de João Boyadjian debutou com facílima vitória na Prova Especial Doutor José Eugênio de Rezende Barbosa.

Ler na íntegra

Euquemando manda e desmanda no GP São Paulo Black Opal 2018

Defensor do Haras Chello surpreendeu os mais visados na prova máxima do turfe paulista.

Ler na íntegra

Lasix: aplicação com 4 horas de antecedência é a mais eficaz, aponta estudo

Trabalhos acadêmicos apresentados na convenção da American Association of Equine Practitioners tiveram resultados divulgados na mídia especializada norte-americana. Afirmação de maior eficácia nas aplicações de furosemida com 4 horas de antecedência em relação à corrida reacende debate local.

Ler na íntegra