08 ago 2019 | 15:10:27

Com US$ 20 milhões de dotação, Saudi Cup será o páreo mais “rico” do mundo

Arábia Saudita sediará versão inaugural da prova, em fevereiro do ano que vem.

A Saudi Cup foi anunciada em Saratoga, pelo Príncipe Abdullah bin Khalid al Saud.

Imagem: Blood Horse

Na quarta-feira (7), foi anunciada, oficialmente, a Saudi Cup. Com US$ 20 milhões de dotação (sendo US$ 10 milhões para o ganhador), a prova, que será disputada, pela primeira vez, em 2020, passa a figurar como a de maior bolsa, dentre todas as corridas do turfe mundial.

Conforme noticiado por Bob Kieckhefer, no website da Blood Horse, a Saudi Cup será sediada pelo King Abdulaziz Racetrack, em Riyadh. Na distância dos 1.800 metros, em pista de areia, está programada para o dia 29 de fevereiro, ficando posicionada, portanto, entre as duas provas até então mais “ricas” do calendário turfístico mundial: a Pegasus World Cup (gr.I), de janeiro, e a Dubai World Cup (gr.I), de março. Os 3 primeiros colocados da Pegasus, aliás, estarão automaticamente credenciados a disputar a Saudi Cup.

Os competidores da Saudi Cup – bem como suas conexões – terão todas as suas despesas custeadas pela organização da prova. Voos, acomodações, custos com veterinários, ferreiros, ração, além de passagens e acomodação para profissionais e proprietários serão providenciados pelo Jockey Club da Arábia Saudita.

O anúncio foi realizado em meio ao leilão de potros da Fasig-Tipton, em Saratoga. Tendo como principal porta-voz o Príncipe Abdullah bin Khalid al Saud, a coletiva da imprensa da Saudi Cup foi prestigiada, também, por Lanfranco Dettori e Gary Stevens.

Mais notícias

Geração 2015: na virada da idade, brilham os reprodutores nacionais

Provas graduadas disputadas por produtos da geração 2015 (com recém 3 anos completos), no eixo Rio-São Paulo, colocaram em evidência garanhões nacionais.

Ler na íntegra

Câmara de Equideocultura do MAPA aprova atualização do Código Nacional de Corridas

Proposta do documento base das corridas de cavalo no Brasil traz novidades mediante texto atualizado.

Ler na íntegra

Cape Town morre aos 21 anos em São Paulo

O semental norte-americano Cape Town, que prestava seus serviços em Americana/SP, no Stud Red Rafa, morreu aos 21 anos. Cape Town havia encerrado sua oitava temporada de monta no Brasil.

Ler na íntegra