08 mar 2023 | 17:03:03

Copa Precocidade e Velocidade: uma comunhão de esforços

Um dos grandes acontecimentos da temporada hípica, a Copa Precocidade e Velocidade representa, acima de tudo, a somatória de esforços advindos de diferentes segmentos da comunidade turfística nacional.


Bastou uma edição (realizada, em sua estreia, no ano de 2022) da prova para que a Copa Precocidade e Velocidade ABCPCC alcançasse o patamar dos momentos mais aguardados de todo o calendário hípico nacional.

O imediato sucesso da prova cuja final, em 2023, será disputada no próximo domingo (12), na Gávea, porém, não é obra do acaso. Trata-se de uma iniciativa que resulta de múltiplos esforços, advindos dos mais diferentes setores da atividade turfística nacional.

A ABCPCC vem a público agradecer:

ÀQUELES QUE REALIZARAM INSCRIÇÕES

Marcos Manolo Brum Tavares

Stud Bruno Genovesi

Stud J.C.R./Stud A.M.L.

Stud Navajas Win

Eladio Mavignier Benevides

Haras Alves Teixeira

Haras Ereporã

Haras Free Way

Haras Rio Iguassu

Stud Alegrete Baita Chão

Stud D.P.Gudolle & Haras Nijú

Stud Duplo Ouro

Stud Eternamente Rio

Stud H&R

APPS

Coudelaria Baungarten

Haras Anderson

Haras Cariri Pe/Stud Sampaio

Haras Figueira do Lago

Haras Regina

Haras Santa Maria de Araras

Haras Santa Rita da Serra

Stud Best Friends

Stud Embalagem

Stud Eterno Amor

Haras Belmont

Haras Cima

Haras Clemente Moletta

Haras Springfield

Stud Al Natural

Stud J.C.R./Stud A.M.L.

Stud Mikael

Stud My Hero Dad

Stud Plastiplan

Stud Rafaella Hollanda

AOS PATROCINADORES


A ABCPCC agradece, ainda, a todos aqueles que participaram da organização dos remates, bem como dos seus apostadores – sendo que o resultado líquido das apostas também compõe o valor da premiação.

Aos profissionais e coudelarias participantes, também se estende o muito obrigado.

 
 

Mais notícias

Vettori Kin falha em Woodbine e Editore faz forfait em Del Mar.

Stakes foram disputados entre Canadá e Estados Unidos.

Marilyn conquista batismo clássico no Grande Prêmio Independência (gr.III)

Filha do nacional Pavillon pertence ao Stud Meyer.

Pedigree & Black Type: os Ganhadores Clássicos no Brasil - 17ª Edição

Nesta edição: Abu Dhabi e Tanganyka