25 jan 2019 | 19:34:54

Dalheconquistadora resiste a Aninha no GP 25 de Janeiro (gr.II)

Debaixo de chuva, potranca do Haras Clemente Moletta confirmou seu favoritismo no principal páreo da tarde, em São Paulo.

Dalheconquistadora venceu de ponta a ponta.

Imagem: Marília Lemos

Além de figurar como uma das mais tradicionais provas, para éguas, do turfe brasileiro, o Grande Prêmio 25 de Janeiro (gr.II), não raramente teve na chuva um elemento presente à sua disputa. Nesta sexta-feira (25) não foi diferente e coube a Dalheconquistadora, 3 anos, filha de Agnes Gold e Spade (Wild Event), de criação e propriedade do Haras Clemente Moletta, deixar as adversárias e intempéries para trás.

Favorita dos apostadores, Dalheconquistadora buscou a ponta logo após a largada. Diante de seu ímpeto inicial, Aninha (Impression) restou recolhida, correndo na segunda colocação. Alto Lá (Redattore) e Only You (Jeune-Turc) disputavam o terceiro, com Mom Dora (T. H. Approval) encerrando o lote, em quinto.

Sem alterações, as competidoras superaram a primeira curva e ingressaram na reta oposta. Na altura dos últimos 1.200 metros, Only You forçou para cima das duas primeiras colocadas. Não demorou, porém, para que Dalheconquistadora e Aninha (sempre separadas por pequena diferença) voltassem a abrir vantagem, nos dois primeiros postos.

Na reta de chegada, Dalheconquistadora e Aninha simplesmente mantiveram a tônica do páreo, vista até então. Ou seja, simplesmente reduziram-no a um mano a mano, tendo Aninha, inclusive, emparelhado com Dalheconquistadora na altura dos últimos 250 metros. Fazendo valer, porém, sua categoria, bem como a vantagem de 5,5 quilos na balança, Dalheconquistadora reagiu, vencendo bonita corrida. Com Zeferino Moura Rosa “up”, derrotou Aninha (vencedora desse mesmo páreo, há 2 anos) por ¼ de corpo.

Depois, Alto Lá (12 e ½), Only You (20 e ¾) e Mom Dora (44 e ¼).

Treinada em Curitiba/PR por Julio César, Dalheconquistadora passa a somar 5 vitórias em 7 saídas. Vencedora do Grande Prêmio Presidente Antonio Grisi Filho (gr.II), percorreu a distância no tempo de 2:02.70, com finais de 24.40 e 12.83.

Mais notícias

Mercado: Pateo do Batel é exportada para a Nova Zelândia

Crioula de Roberto Belina leva no curriculum vitória no Grande Prêmio OSAF (gr.I).

Ler na íntegra

Full do Jaguarete “trabalha forte” no Clássico Ricardo Lara Vidigal (L)

Potro do Stud Jaguarete não deu chance aos adversários e conquistou novo êxito clássico.

Ler na íntegra

Memory of Love vence mais uma prova especial na Gávea

Potro do Stud Mendonça levantou a Prova Especial Eulógio Morgado.

Ler na íntegra