05 nov 2018 | 16:02:22

Depois de Golden Horn, Cracksman servirá na Darley

Tendo recentemente encerrado sua campanha, filho de Frankel cobrirá no Dallaham Stud, em Newmarket, a £ 25 mil.

Cracksman foi vencedor de 4 provas de G1.

Imagem: Edward Whitaker/Racing Post

Se há 3 anos Anthony Oppenheimer negociou os direitos reprodutivos do múltiplo ganhador de G1, Golden Horn (Cape Cross), junto à Darley, em 2018 a história se repetiu, envolvendo outro ilustre defensor de sua farda. Tendo recentemente encerrado campanha, Cracksman servirá na sessão britânica da Darley, a um custo de £ 25 mil por cobertura.

O fato veio à tona quando da divulgação das coberturas dos garanhões da Darley, para a temporada 2018. Em seguida, houve a devida repercussão na mídia, incluindo veículos como Thoroughbred Daily News. Filho da ganhadora clássica na França, Rhadegunda (Pivotal), Cracksman figura, até aqui, como o mais destacado elemento da primeira geração de Frankel.

Treinado por John Gosden – e conduzido, quando de seus mais importantes êxitos, por Lanfranco Dettori – Cracksman produziu 11 saídas, tendo vencido em 8 delas. Criado na Grã-Bretanha por Hascombe and Valiant Studs, conquistou, aos 3 anos, o Champion Stakes (gr.I), o Great Voltigeur Stakes (gr.II) e o Prix Niel (gr.II). Foi, ainda, segundo colocado no Irish Derby (gr.I) e terceiro no Epsom Derby (gr.I).

Aos 4 anos, depois de emendar vitórias no Prix Ganay (gr.I) e na Coronation Cup (gr.I), venceu, pela segunda vez, o Champion Stakes (gr.I), quando de sua derradeira exibição. Seus prêmios ultrapassaram a marca de £ 2,7 milhões.

Além de Crakcsman, outras duas novidades, na lista de garanhões que servirão no Dallaham Stud, em Newmarket, chamam atenção. O velocista Harry Angel (Dark Angel), que cobrirá a £ 20 mil e o meio-fundista Hawkbill (Kitten’s Joy), com coberturas fixadas em £ 7,5 mil.

Dubawi (Dubai Millenium), com serviços cotados a £ 250 mil, segue na condição de mais valorizado reprodutor dentre aqueles alojados pelo Sheikh Mohammed bin Rashid al Maktoum. Ele é seguido pelo já citado, Golden Horn, com uma cobertura de £ 50 mil.

Mais notícias

Bal A Bali tem campanha encerrada: obrigado, campeão!

Apesar de pré-inscrito na Breeders’ Cup Mile, filho de Put It Back teve anunciada a sua aposentadoria das competições. Mítico dentro e fora das pistas, Bal A Bali escreveu seu nome como um dos melhores PSI já criados no Brasil, em todos os tempos.

Ler na íntegra

Cristal: Divertida Halo levou o melhor páreo

Potranca de Rômulo Bruscato venceu o Clássico J. F. de Assis Brasil.

Ler na íntegra

Exportada para o Japão, Touriga reforça genética brasileira em solo oriental

Vendida pela Fazenda Mondesir no Leilão da Criação Nacional ABCPCC em 2017, filha de Put It Back representa nova exportação de uma fêmea brasileira para o pujante turfe japonês.

Ler na íntegra