29 abr 2017 | 22:10:32

Derby Riograndense é de Emix Wild

Bacanona, Just Havin' Fun e Mucho Fon também brilharam em Porto Alegre


Emix Wild sagrou-se o "derby winner" de Porto Alegre

Imagem: Divulgação JCRS

Nesse sábado (29), em Porto Alegre, produtos de 3 anos competiram no Grande Prêmio Derby Riograndense (L), em 2.400 metros na pista de areia, por ocasião do encerramento da tríplice coroa de machos. Vitória de Emix Wild, filho de Wild Event e Remix (Lode), de criação do Haras Santa Maria de Araras e propriedade de Alberto J. Tiellet Miorim.

For Them (Bonapartiste) e Egocentric saíram dos boxes em disputa pelo primeiro posto. Com For The em primeiro, a dupla cruzou o disco na primeira votla com vários corpos de vantagem sobre os demais, que eram, em sequência, Emix Wild, Grenadier e Energia Ink.

Na reta oposta, Egocentric fez questão da primeira posição, passando For Them a correr em segundo. Durante a curva, os três últimos aceleraram e encostaram na dupla que vinha à frente. Com o lote aglutinado, não havia 4 corpos do primeiro ao último colocado na abordagem da reta final.

Lançado a mais de meio de raia por Lucas Conceição, Emix Wild logou abriu fogo contra Egocentric e For Them. Com For Them abdicando da briga, Emix Wild partiu com tudo para cima de Egocentric nos 300 finais. E com melhor ação, Emix Wild dominou o oponente nos derradeiros 150 metros, para vencer por 1 corpo no disco. For Them foi o terceiro, finalizando Grenadier e Energia Ink na sequência.

Treinado por A. F. Chaves, Emix Wild obteve a sua segunda vitória (a primeira clássica) em 7 corridas. Tempo de 2:40.10.

Na prova correspondente destinada às fêmeas, Bacanona, filha de Agnes Gold e Toccata (Nedawi), de criação da Coudelaria Bob Mussi e propriedade do Stud Ferragus, confirmou a vitória obtida na segunda coroa para vencer, agora na terceira, o Grande Prêmio Hipódromo dos Moinhos de Vento, também em 2.400m na areia, mas reservado a potrancas de 3 anos. Com L. G. Acosta "up", Bacanona derrotou South Brazil (Dubai Dust) por pouco mais de 1 corpo no espelho. Tapete Azul (Redattore) chegou em terceiro. Completaram o marcador Follow Me (Hinton Wells) e Galop Sweet (Pioneering). Bacanona é treinada por M. Chaves e passa a contar com duas vitórias em 6 corridas. Milha e meia corrida em 2:42.00.

Na mesma reunião foram disputadas, ainda, duas outras corridas da chamada clássica local. No Clássico Presidente Vicente Marques Santiago, em 1.380m na areia, para éguas de 3 e mais anos, levou a melhor Just Havin' Fun, 4 anos, filha de Setembro Chove e Whatsmineisyours (You And I), de criação do Stud Chesapeake e propriedade de Guilherme Vargas Dias. Montaria de L. Costa, Just Havin' Fun superou Rainha da Lagoa por folgados 4 corpos no espelho. Pensionista de C. Oliveira, Just Havin' Fun conseguiu a sua quinta vitória em 15 apresentações. Relógios parados na marca de 1:27.39. Já no Clássico Presidente Camilo Carvalho Coelho, para animais de 3 e mais anos, novo sucesso para Mucho Fon, 3 anos, filho de Bold Start e Flying Bullet (Magical Mile), de criação do Haras Capela de Santana e propriedade do Stud Casablanca. Mucho Fon foi conduzido por M. B. Souza e no disco trazia 2 corpos e 1/2 de vantagem sobre Estiloso (Refuse To Bend). O ganhador é treinado por E. S. Teixeira e parou os relógios em 1:26.50 para conseguir o seu quinto êxito em 15 corridas. 

Mais notícias

Leilão de Coberturas movimenta R$ 246 mil. Confira mapa e coberturas disponíveis

Serviços não leiloados dos reprodutores ficarão à disposição dos interessados até 17 de junho.

Uruguai: Sexy Reasons vence a Longines Cup. Friends of Gold em terceiro

Melhor égua do turfe uruguaio conquistou novo êxito, no meeting do Latinoamericano. Com percurso adverso, Friends of Gold finalizou na terceira colocação.

No Derby Day de Churchill Downs, Ivar alinhará em G1

Brasileiro tentará repetir Romarin e Einstein, no Turf Classic Stakes (G1).