14 jan 2021 | 20:39:38

Direto do Túnel do Tempo: grandes prêmios do passado são disponibilizados no YouTube

Canal criado pelo Jockey Club Brasileiro vem apresentando, a cada semana, vídeos recuperados dos arquivos do hipódromo – e que agora revisitam a memória do turfe brasileiro.


Desde o final do ano passado, um canal no YouTube vem presentando os turfistas brasileiros, a cada semana, com corridas importantes, disputadas no passado. Criado pelo Jockey Club Brasileiro, o canal SiteJCB passou a armazenar os replays de grandes prêmios disputados, em tempos passados, no Hipódromo da Gávea – para deleite dos saudosistas e dos turfistas das novas gerações.

O trabalho de curadoria vem sendo realizado por Sylvio Rondinelli, que, semanalmente, seleciona e insere, no canal, um lote de vídeos, que, até então, encontravam-se restritos aos arquivos do Jockey Club Brasileiro. Com a digitalização, o material passa a ser, facilmente, acessado por turfistas de todas as partes de mundo.

Os “uploads” de novos vídeos acontecem de modo contínuo. Já constam em meio aos replays, contudo, grandes momentos do turfe carioca, refletidos em nomes, de animais e profissionais, de altíssimo gabarito.

Clique aqui e acesse o canal SiteJCB. Para receber suas atualizações, basta inscrever-se, gratuitamente, no botão que se encontra disponível do lado direito da tela principal:

Abaixo, as vitórias de Flying Finn, no Grande Prêmio Brasil, e de Indian Chris, no Grande Prêmio Carlos Telles da Rocha Faria – ambos disputados no ano de 1990.

Mais notícias

Entrevista: Sérgio Luis Coutinho Nogueira

Criador, proprietário e dirigente, Sérgio Coutinho Nogueira vivenciou experiências em diferentes setores da indústria turfística. Numa conversa franca, algumas das impressões e relatos sobre o mundo das corridas de cavalo.

Galope Americano brilha no Grande Prêmio Derby Paulista (gr.I)

Filho de Silent Times defende a farda do Stud Galope.

Em final atribulado, Touriga vence a Taça de Prata

Potranca do Haras Dilema conquistou o Grande Prêmio Margarida Polak Lara – Taça de Prata (gr.I) após desclassificação de Lisboeta.