28 out 2020 | 16:17:27

Einstein não resiste a câncer e morre nos Estados Unidos

Um dos mais versáteis corredores já criados no Brasil, Einstein havia completado 18 anos, em 2020.

Múltiplo ganhador de G1, e stakes winner nas pistas de areia, grama e sintética, Einstein foi corredor de alto gabarito

Imagem: Daily News

Dono de uma campanha que lhe coloca entre os melhores e mais completos animais PSI já criados, no Brasil, Einstein foi sacrificado, nos Estados Unidos, em razão de complicações avançadas provocadas por um câncer. A informação foi anunciada pela Old Friends Farm, onde o animal repousava.

Nascido em 2002, na Fazenda Mondesir, Einstein originou-se a partir do cruzamento entre o fantástico Spend A Buck e a múltipla ganhadora de G1, Gay Charm (Ghadeer).

Enviado, ainda inédito, para os Estados Unidos, Einstein iniciou sua campanha, aos 3 anos. Com essa idade, obteve 3 vitórias. Aos 4, conquistou seu primeiro êxito de maior destaque: o Gulfstream Park Breeders’ Cup Stakes (G1). Com 5 anos, levantou o Mervin H. Muniz Jr. Memorial Handicap (G2) e com 6 voltaria a vencer o Gulfstream Park Breeders’ Cup Stakes (G1), além do Woodford Reserve Turf Classic Stakes (G1) e do Clark Handicap (G2) – este último, na areia.

Aos 7 anos, Einstein repetiria a façanha de Siphon, tornando-se o segundo brasileiro a vencer o Santa Anita Handicap (G1), àquele ano disputado sobre a então pista sintética do hipódromo californiano (replay abaixo). Na mesma temporada, conquistou, mais uma vez, o Woodford Reserve Turf Classic Stakes (G1).

Einstein deixou as pistas com 11 vitórias em 30 saídas e mais de US$ 2,9 milhões em prêmios. Tendo ingressado na reprodução no ano de 2010 e tendo rendido aquém do esperado, enquanto garanhão, Einstein foi aposentado, em 2018.

Mais notícias

EUA: Ohio busca nova vitória em G1 nesta segunda-feira

Brasileiro alinhará na Shoemaker Mile (gr.I), em Santa Anita.

Ler na íntegra

Dez pagam added para o GP Ipiranga. Hembra acompanha 9 nomes na lista das potrancas

Pré-inscrições foram divulgadas pela comissão de corridas do Jockey Club de São Paulo.

Ler na íntegra

Em teste para o Derby, melhor para First Fighter

Crioulo do Haras Anderson confirmou favoritismo no Clássico Pres. Firmiano Pinto (L).

Ler na íntegra