28 mar 2021 | 15:51:34

Em recorde, Royal Forestry conquista o “bi” do GP Chanceler Oswaldo Aranha (G3)

Arenático de “primeiro time” pertence ao Stud Fenômeno.

Em recorde e por 11 corpos de vantagem, Royal Forestry garantiu "bi" de G3

Imagem: Porfírio Menezes/Divulgação JCSP

Um dos melhores arenáticos do turfe brasileiro – há, ao menos, 2 anos – Royal Forestry, 5 anos, filho de Forestry e Bela Val (Val Royal), de criação do Haras Belmont e propriedade do Stud Fenômeno, conquistou, pela segunda vez, o Grande Prêmio Chanceler Oswaldo Aranha (G3), em 2.200m na pista de areia (macia), para produtos de 3 e mais anos. Desta feita, o fez em recorde: completou a distância na marca de 2:12.12 – derrubando o antigo recorde, de 2:12.41, pertencente a Victory Is Ours.

Pit Stop, sem surpresas, assumiu o controle das ações, após a largada. Royal Forestry era o segundo e Amigomarcio corria no terceiro posto. Ultra Bom era o quarto. Ultimate Warrior e Okay Stein depois.

Na reta oposta, quando o lote alcançou a seta dos últimos 1.200 metros, Pit Stop desgarrou um bocado. Nisso, Jeane Alves deu rédeas a Royal Forestry, que, avançando, rente à cerca interna, emparelhou com o ponteiro. Ultra Bom e companhia, já procurados pelos respectivos jóqueis, rendiam pouco.

Ingressando, absoluto, na reta final, Royal Forestry, rapidamente, liquidou a fatura. Disparando, rumo ao disco de sentença, garantiu 11 corpos e ¼ sobre Ultra Bom. Amigomarcio foi o terceiro. Pit Stop e Ultimate Warrior completaram o marcador. Na sequência, Okay Stein.

Mantido, em estado exuberante, por Julio Cesar (Curitiba/PR), Royal Forestry atingiu sua vitória de número 14, em 24 corridas. Essa foi a sua 6ª vitória clássica – as quais restaram obtidas em páreos disputados de 2.000 a 2.800 metros, na areia e na grama.

Mais notícias

Lady Angel supera os machos na homenagem a Léo Batista

Defensora do Haras Guamiranga venceu o Clássico Imprensa (L) – Jornalista Léo Batista, na condição de única fêmea do lote.

Ler na íntegra

Com US$ 20 milhões de dotação, Saudi Cup será o páreo mais “rico” do mundo

Arábia Saudita sediará versão inaugural da prova, em fevereiro do ano que vem.

Ler na íntegra

Na Prova Especial Tito Mello Zarvos, melhor para Super Birthday

Super Birthday, 6 anos, filho de Vettori e Clara Again (Bright Again), de criação do Haras Old Friends e propriedade do Stud Nicholas & Enrico Jarussi, venceu, nesse domingo (29), no Jockey Club de São Paulo, a Prova Especial Tito Mello Zarvos, em 1.500m na pista de areia (houve mudança de raia), para produtos de 3 e mais anos.

Ler na íntegra