Banner Haras Regina Topo
25 mar 2019 | 18:03:41

EUA: companhias leiloeiras norte-americanas vetam a utilização de bisfosfonatos em potros

Keeneland, Fasig-Tipton e ORBS permitirão que compradores testem produtos com menos de 4 anos para a presença de bisfosfonatos. Em exames positivos, o negócio poderá ser cancelado.

Como resultado de reunião realizada entre as altas governanças de Keeneland, Fasig-Tipton e Ocala Breeders’ Sales Co., as três principais companhias leiloeiras dos Estados Unidos decidiram, nesta segunda-feira (25), pela proibição da aplicação de bisfofonatos em produtos com menos de 4 anos, que forem à pista em leilões promovidos pelas entidades. A medida foi amplamente divulgada pela mídia especializada, incluindo o website da Blood Horse.

A iniciativa opera como uma resposta da indústria ao recente caos vislumbrado em Santa Anita Park. Das várias lesões verificadas num curto intervalo de tempo, no hipódromo californiano, muitas foram relacionadas à possível utilização dos bisfosfonatos. Conforme publicação de Bill Finley no Thoroughbred Daily News de quarta-feira (20/3), os bisfosfonatos são ministrados, em linhas gerais, para o enfrentamento de problemas degenerativos ósseos. Se aplicados, porém, em animais cuja estrutura óssea ainda se encontra em estado de formação, podem, de acordo com a literatura especializada, pode tornar os ósseos quebradiços.

Com a nova regra, caso compradores requisitem exames, de produtos cuja idade enquadre-se no limite estabelecido, um laboratório designado pela agência promotora do leilão coletará amostras de sangue para realização do teste. Uma vez constatada a presença de bisfosfonatos, ficará o comprador autorizado a cancelar a compra, no prazo de 24 horas a contar de seu conhecimento do resultado.

A medida passará a vigorar a partir do dia 1º de julho.

Mais notícias

Puerto Escondido vence o GP Carlos Pellegrini. New In Town finaliza em quarto.

Filho de Hurricane Cat conquistou a consagração de sua campanha. Brasileiro, do Haras Regina, avançou com desenvoltura, em que pese o ritmo lento.

Ler na íntegra

GP Margarida Polak Lara: sina de campeãs

Prova integrante da Copa dos Criadores ABCPCC, a Taça de Prata de Potrancas conta como seleto rol de ganhadoras, o que provoca o imaginário do turfista sobre o que está por vir em 2017. Candidatas disputarão bolsa aproximada de R$ 194 mil.

Ler na íntegra

Com Almond Eye na pista, Meydan sedia mais uma Dubai World Cup

Craque japonesa, inscrita na Dubai Turf, é atração no festival milionário de Dubai. Bolsa global alcança US$ 34 milhões.

Ler na íntegra