13 maio 2020 | 21:11:45

EUA: garanhões nascidos a partir de 2020 terão limitação de coberturas

Regra, agora formalizada, do Jockey Club estadunidense limitará o número de 140 éguas, por temporada, a serem padreadas por garanhões nascidos a partir de 2020.

Garanhão líder das estatísticas norte-americanas, em 2019, Into Mischief cobriu 249 éguas, no ano passado.

Imagem: Michelle MacDonald/Racing Post

Fato que já havia sido comunicado, à indústria turfística, no ano passado, a limitação de coberturas, nos Estados Unidos, foi formalmente convertida em regra. De acordo com o artigo 14c do Regulamento do Jockey Club norte-americano, machos PSI nascidos a partir de 2020, caso levados à reprodução, poderão padrear, no máximo, 140 éguas por temporada de monta.

O número máximo de 140 éguas deverá abranger, também, Canadá e Porto Rico. Produtos originados a partir de garanhões fora da regra não terão seus certificados emitidos pelo Jockey Club.

“A regra reflete o objetivo do Jockey Club em preservar a saúde da criação PSI a longo prazo”, consta na nota de imprensa da entidade.

A nova regra 14c foi editada após 27% das éguas PSI radicadas, nos Estados Unidos, em 2019, terem sido cobertas por reprodutores com mais de 140 coberturas. Nesse rol de animais responsáveis por padrear mas de 140 éguas, em 2019, estiveram 43 reprodutores.

Atualmente, há cerca de 1650 reprodutores ativos, na criação norte-americana de PSI. O plantel de matrizes ultrapassa 30 mil exemplares.

Mais notícias

Com novas regras do fisco, apostas realizadas no hipódromo, durante a Breeders’ Cup, crescem 21,4%

Novas regras do tesouro norte-americano sobre apostas “na pedra” coincidiram com crescimento significativo no movimento geral do festival.

Ler na íntegra

Nogueirinha supera Zuzu Bem no Clássico Baronesa Marie Blanche Von Leithner (L)

Potranca do Stud Hole In One conquistou batismo clássico na capital paulista.

Ler na íntegra

Enable: cada vez mais próxima do reaparecimento

Sem correr desde a vitória no Prix l’Arc de Triomphe (gr.I) do ano passado, campeã deverá retomar campanha nos próximos meses. Tattersalls Gold Cup (gr.I), na Irlanda, e a Coronation Cup (gr.I), na Inglaterra, concorrem pela inscrição da fêmea britânica

Ler na íntegra