Banner Haras Regina Topo
12 maio 2019 | 01:40:34

Falcão Shanghai, rumo à Milha Internacional

Defensor do Stud Mendonça & Nijú conquistou o Clássico Luiz Rigoni (L).

Falcão Shanghai venceu aos esbarros.

Imagem: Sylvio Rondinelli/Divulgação JCB

Derradeiro embate black type do sábado (12), no Jockey Club Brasileiro, o Clássico Luiz Rigoni (L), em 1.600m na raia de grama (leve, com 7m de cerca móvel), para produtos de 3 e mais anos, teve em Falcão Shanghai, 3 anos, filho de Shanghai Bobby e Velocity Baby (Northern Afleet), de criação do Haras Nijú e propriedade deste em sociedade com o Stud Mendonça, o seu vencedor.

Ainda que com um leve vacilo na largada, Falcão Shanghai, rapidamente, recuperou-se e assumiu a primeira colocação. Sob ritmo intenso, ingressou na reta de chegada 3 corpos à frente de Maestro da Serra (Mastro Lorenzo). Dali em diante, a margem que lhe separava dos demais competidores somente fez aumentar.

Quando acionando por Vagner Borges, na altura dos 300 finais, Falcão Shanghai esfuziou na dianteira. Em vitória de notória facilidade, derrotou o inesgotável Céu de Brigadeiro (Out of Control) por 5 corpos e ¼. Olympic Gulliver (por Roderic O’Connor, 5 e ¾) foi o terceiro e Espion Noir (por Wild Event, 6) o quarto. Dolce Gusto (por Drosselmeyer, 6 e ¼) completou o marcador.

A seguir, Numba Juan, Set Ton, Itapeba, Inforcer, Horik e Maestro da Serra. Guaruçá, Desejo Ousado e Von Miller não foram apresentados.

Treinado por Luis Esteves, Falcão Shanghai conquistou a quarta vitória (primeira clássica) em 9 saídas. Tempo de 1:36.18.

]

Mais notícias

Sem surpresas: Enable recebe Cartier Award de animal do ano na Europa

Potranca do Príncipe Khalid Abdullah brilhou intensamente ao longo da temporada.

Ler na íntegra

Betting Site conquista a Prova Especial Courageuse

Defensora do Haras Interlagos conquistou firme vitória.

Ler na íntegra

Kiss Me Now estreia amanhã nos Estados Unidos

Brasileira do Haras Phillipson encarará o CTT & TOC Handicap, em Del Mar.

Ler na íntegra