07 set 2023 | 17:48:00

Fera do Manno atropela com apetite para vencer o GP Protetora do Turfe (L) - Betsson

Filho do nacional Alcorano, de propriedade do Stud Praia do Laranjal, brilhou em Porto Alegre.


Fera do Manno venceu o "Protetora", em bonita atropelada.

Imagem: Transmissão JCRS

Confirmando, em absoluto, a vitória obtida no Clássico Ministro da Agricultura, no início do mês de agosto, Fera do Manno, 6 anos, filho do nacional Alcorano e Twice So Nice (Wild Event), de criação do Stud Itaara e propriedade do Stud Praia do Laranjal, venceu, nesta quinta-feira (7), em Porto Alegre, o Grande Prêmio Protetora do Turfe (L) - Betsson, em 2.200m na raia de areia, para produtos de 3 e mais anos.

Olympic Linkedin, como de costume, ditou o ritmo da competição. Ghost Breakers, outro dotado de boa velocidade inicial, corria na sua cola, em segundo. O favorito Pinhão do Iguassu aparecia na terceira colocação, sendo seguido, de perto, por Rocky Fon e Minnesota.

Na sétima colocação, sem se envolver em qualquer briga, junto ao pelotão da frente, Bruno Santos mantinha Fera do Manno a salvo de um maior desgaste inicial - o que seria, mais uma vez, fundamental para a sua atropelada, no tiro direto. 

Na hora da verdade, Olympic Linkedin seguia, com sucesso, na primeira posição, enquanto Ghost Breakers e Pinhão do Iguassu apenas "pulavam no mesmo lugar". Diferentemente, Rocky Fon infiltrava-se, pelas balizas de dentro, na caça ao ponteiro e, mais aberto, Fera do Manno dava início a seu potente arremate.

Com melhor ação, Fera do Manno apossou-se da dianteira, na altura dos últimos 150 metros. Numa vitória irretocável, alcançou o disco 2 corpos à frente de Minnesota, de valoroso esforço final. Rocky Fon e Pinhão do Iguassu completaram a quadrifeta. Em quinto finalizou Olympic Linkedin.

A seguir: Gladiador, Honest Bird, Ghost Breakers, Black Soldier e Etrusco do Spa. Não correram: Tallarico, Edisinho e Rainbow Lius.

Recebendo o treinamento de Fernando "Dego" Silva, Fera do Manno conquistou a 14ª vitória em 42 corridas.

Excelente a marca de 2:24.40 - menos de 1s acima, portanto, do recorde de El Cosechero, no tempo de 2:23.70.

 

Mais notícias

London Moon protagoniza reaparecimento de luxo no GP Gervásio Seabra (G2)

Múltiplo ganhador de G1 do Haras Sweet Carol não corria desde o último mês de março

Na trilha do "OSAF", Miss Marcela vence grupo 2

Defensora do Stud Yellow River levantou o Grande Prêmio Presidente Luiz Oliveira de Barros (G2).

De ponta a ponta, Xique Prateada conquista batismo clássico em Cidade Jardim

Tordilha de Carlos César Carlindo foi a melhor no Clássico Pres. Luiz Nazareno T. De Assumpção (L).