27 dez 2020 | 18:24:34

Firme e fácil, Prada vence o Clássico Natal (L)

Corredora do Rach Stud voltou a demonstrar seus dotes de qualificada arenática


Prada é arenática de excelentes recursos

Imagem: Porfírio Menezes/Divulgação JCSP

Uma das atrações da jornada deste domingo (27), no Jockey Club de São Paulo, o Clássico Natal (L), em 1.900m na pista de areia (pesada, pela variante), para éguas de 3 e mais anos, revelou nova vitória da ótima Prada, 4 anos, filha de Drosselmeyer e Lucky Shot (First American), de criação do Haras Santa Camila e propriedade de Rach Stud.

Trama de Birigui saiu com pressa dos boxes. Em forte ritmo, abriu vários corpos na primeira colocação, correndo Nova Zelândia, em segundo. Prada era a terceira e Eliz do Jaguarete a quarta.

Na reta oposta, Trama de Birigui seguia ensinando o caminho do disco às adversárias. Fofa Linda passou para segundo, cerca de 4 corpos atrás da ponteira. Prada alternava entre as quinta e sexta colocações, sempre por dentro. Na curva, Fernando Larroque passou a posicionar a favorita por fora de suas oponentes, o que lhe custou um bocado de terreno, na entrada da reta final.

Ainda assim, Prada, ao encontrar pista livre para atropelar, não deu chance às adversárias. Nos 300 finais colocou Trama de Birigui em sua mira para lhe ultrapassar logo em seguida, com facilidade. Tranca de Birigui atropelou para formar a dupla a 1 corpo e ¾. Em terceiro, Trama de Birigui. Eliz do Jaguarete e Nova Aliança completaram o placar.

Depois, Lady do Iguassu, Nova Zelândia e Fofa Linda.

Mantida em excelente estado, por Lucas Quintana, Prada passa a somar 6 primeiros lugares (2 clássicos; antes no Clássico Paulo José da Costa e Professor Doutor Paulo José da Costa Junior (L)) em 13 saídas.

Tempo de 1:56.89, com finais de 24.76 e 12.81.

Mais notícias

Gargalo’s Hill’s, o melhor na PE João Vieira

Defensor do Stud Az de Copas vingou na principal prova do dia, na Gávea.

Cristal: Olé Gremista vence entre as fêmeas. Don Itá e Obinophone empatam no embate dos machos

Nove páreos foram disputados na sexta-feira, em Porto Alegre.

Do claiming ao Kentucky Derby: Rich Strike escreve história improvável em Churchill Downs

Filho de Keen Ice, que até então havia vencido um claiming perdedor, em setembro do ano passado, brilhou no momento ápice do turfe do Kentucky. Rateio de 80 por 1 foi o segundo maior da história do páreo.