Banner Haras Regina Topo
15 jul 2019 | 21:51:14

Fitzgerald esnoba inatividade e comanda trifeta brasileira em Montevidéu

Crioulo do Haras Santa Maria de Araras venceu o Clásico Asociacion de Propietários de Puro Sangre de Carrera (URU-gr.III).

Fitzgerald corre demais!

Imagem: ElTurf.com

No domingo (14), em Maroñas, produtos de 3 e mais anos disputaram o Clásico Asociacion de Propietários de Puro Sangre de Carrera (URU-gr.III), em 1.600m na pista de areia. Mesmo sem correr desde sua esmagadora vitória no GP Pedro Piñeyrúa (gr.I), disputado no mês de janeiro, o brasileiro Fitzgerald voltou a demonstrar sua enorme categoria ao esnobar a inatividade e comandar trifeta da criação local.

Com Luis Cáceres “up”, Fitzgerald acompanhou o ritmo de Dos Amores na segunda colocação. Na reta final, dominou a carreira com facilidade. Porém, muitos o viram em maus lençóis, na altura dos 300 finais, quando surgiram atropelando os também brasileiros Laurent (por Discreet Cat, do Haras Figueira do Lago), por fora, e Al Mare (por Vettori, do Haras Old Friends) por dentro.

Nesse ponto, veio à tona toda a qualidade do castanho escuro. Em pronta reação, não permitiu que o dominassem, livrando 1 corpo e ¾ sobre Al Mare. Laurent, bastante próximo, foi o terceiro.

Treinado por Jorge Firpo, Fitzgerald obteve a décima terceira vitória em 16 saídas. Aos 5 anos, o filho de Put It Back e Via Jet (Wild Event), de criação do Haras Santa Maria de Araras e propriedade do Stud La Fe, percorreu a milha no tempo de 1:36.08.

Mais notícias

RS: Sangue Missioneiro e Duches Bull dão as cartas em meio aos mais novos

Produtos de Bold Start e Benny The Bull venceram os Clássicos J. A. Flores da Cunha e Oswaldo Aranha, assumindo a liderança da nova geração, em Porto Alegre.

Ler na íntegra

Leilão da Criação Nacional: inscrições para etapa do RJ terminam em 10/3

Criadores terão até a próxima sexta-feira para realizar o pagamento da taxa de inspeção

Ler na íntegra

Logo mais, páreo de amadores enfeita reunião em Curitiba

Depois do sucesso no Rio de Janeiro, jóqueis não profissionais atuarão na capital paranaense.

Ler na íntegra