24 jan 2019 | 13:45:23

França: Rafiot, filho da brasileira Viva Rafaela, estreia com vitória em Cagnes Sur Mer

Crioulo de Wertheimer & Frere venceu eliminatória na raia sintética.

Rafiot (centro) confirmou seu favoritismo.

Imagem: Jour de Galop

Nesta quinta-feira (24), em Cagnes Sur Mer, na França, produtos de 3 anos disputaram uma eliminatória em 2.100m (aprox.) sobre a pista polytrack (sintética). Vitória do norte-americano Rafiot, de criação e propriedade de Wertheimer & Frere, filho de Elusive Quality na brasileira Viva Rafaela (Know Heights).

Favorito dos apostadores, Rafiot correu de alcance, no aguardo pela chegada da reta final.  Recebendo a partida de Maxime Guyon, avançou sobre os ponteiros, fazendo de Richemont (Anodin) – a quem derrotou por focinho – sua principal vítima. Em terceiro finalizou Wookie (Wootton Bassett).

Treinado por Christophe Ferland, Rafiot assinalou 2:05.90 para a distância.

Nascida em 2009 no Stud TNT (também deteve sua propriedade, em campanha), Viva Rafaela foi uma das líderes de sua geração. Em 6 saídas no Brasil, produzidas entre Gávea e Cidade Jardim, obteve 2 vitórias. No Rio de Janeiro, conquistou uma eliminatória. Em São Paulo, o Grande Prêmio Diana (gr.I). Enviada aos Estados Unidos, venceu um allowance e argolou diversas colocações black type – incluindo um terceiro no Flower Bowl Invitational (gr.I), vencido por Stephanie’s Kitten. Encerrou sua campanha com 3 vitórias em 18 saídas.

A mãe de Viva Rafaela, Linda Rafaela (Bin Ajwaad) foi, a exemplo da filha, ganhadora de G1 (GP Marciano de Aguiar Moreira, na Gávea). Já a terceira mãe de Viva Rafaela é, ninguém menos, que a fundamental Arumba (Viziane), gema da criação Coutinho Nogueira.

Em novembro de 2015, Viva Rafaela foi adquirida por Wertheimer & Frere, no leilão de reprodução de Keeneland, por US$ 500 mil. Ela encontrava-se prenhe de Elusive Quality, o que resultou no nascimento, no mestre seguinte, de Rafiot, seu primeiro produto.  

Mais notícias

Taças de Prata: seletivas serão disputadas nos dias 1º e 2 de julho

Enquanto o Jockey Club de São Paulo promoverá seletivas propriamente ditas, o Jockey Club Brasileiro se utilizará das Provas Especiais Risota e Roi Normand como corridas classificatórias

Ler na íntegra

Giro pelos EUA: Touriga faz boa estreia. Guarana e Maximum Security vencem provas de G1

Stakes estiveram sob o olhar do turfista brasileiro, no último fim de semana.

Ler na íntegra

Jockey Club de Pelotas realiza primeira reunião após reformas

Corridas levaram bom público às dependências do – reestruturado – Hipódromo da Tablada.

Ler na íntegra