02 jun 2018 | 15:32:12

Fred Varanda atropela para vencer a PE Max Perlman

Alazão do Stud Figuron & Varanda surpreendeu os mais visados.


Fred Varanda venceu em bonita atropelada.

Imagem: Marília Lemos

Destinada a produtos de 2 e mais anos, a Prova Especial Max Perlman, em 1.000m na pista de grama (leve, com 4m de cerca móvel), foi disputada neste sábado (2), em Cidade Jardim. Venceu Fred Varanda, 5 anos, filho de First American e Femme Fatal (Holzmeister), de criação e propriedade do Stud Figuron & Varanda.

Enquanto a favorita Grécia Central (Crafty C.T.) atrasou-se, no pulo de partida, Leite Ricca (Rock of Gibraltar) mandou-se para a primeira colocação. Ouro Preto (Desejado Thunder) corria em segundo e Tom Cruz (Skypilot) buscava o terceiro – juntamente de Grécia Central, que tentava corrida de recuperação.

Nicky Lyttle (Holy Roman Emperor) e Fred Varanda aguardavam nos dois últimos postos.

Terminado o prolongamento da reta de chegada, se percebeu que Grécia Central deu por encerrada, sua missão, no páreo. Leite Ricca tentava defender-se dos avanços de Ouro Preto, que na placa dos 400 finais dominou o oponente.

Não demorou, porém, para que Fred Varanda surgisse, com grande apetite, na pegada de Ouro Preto. Impulsionado por Marcos Ribeiro, Fred Varanda livrou vantagem, sobre Ouro Preto, nos últimos 150 metros, vencendo pela margem de 1 corpo e ¼.

Nicky Lyttle (3 e ¼) finalizou em terceiro, com Leite Ricca (3 e ½) e Great Vista (6 e ¼) dando números finais ao marcador. A seguir, Tom Cruz (6 e ¼).

Inscrição de Lucas Quintana, Fred Varanda conquistou a quarta vitória em 19 saídas. Tempo de 54.17, com finais de 22.71 e 11.95.

Mais notícias

Criação brasileira perde Agnes Gold

Filho de Sunday Silence conquistou números e resultados incríveis na criação brasileira.

Royal Ship impressiona no Clássico Ernani de Freitas (L)

Potro futuroso pertence ao Stud Happy Again.

Nota de falecimento: Treinador Mário André

Mário André Imagem: Porfírio Menezes/Divulgação JCSP Faleceu nesta manhã, em sua residência, na capital paulista, aos 55 anos, o treinador Mário André. Gaúcho de Bagé, André iniciou sua carreira profissional em São Paulo como jóquei, mas, foi no cargo de treinador, que efetivamente conquistou enorme sucesso, tendo vencido, por exemplo, o Grande Prêmio São Paulo, prova principal do turfe paulista, em duas... [continua ]