17 jun 2017 | 19:42:21

GP Pres. Júlio Mesquita (gr.III): Ouro Preto abandona o "perdedor" em alto estilo

Defensor de Marco Antonio Dexheimer é filho do nacional Desejado Thunder.


Ouro Preto venceu com autoridade

Imagem: Marília Lemos

Disputado neste sábado (17) em Cidade Jardim, o Grande Prêmio Pres. Julio Mesquita (gr.III), em 1.000m na pista de grama (pesada), para produtos de 2 anos, foi vencido por Ouro Preto, filho de Desejado Thunder e Grazielle (Music Prospector), de criação do Haras Fazenda Boa Vista e propriedade de Marco Antonio Dexheimer. 

Na largada, Everton Pereira aproveitou-se da baliza onze para levar Ouro Preto para o externo da raia. Por dentro, Barato Total (Crafty C. T.), Lollita (Setembro Chove) e Prima Classe (Que Fenômeno) disputavam os primeiros postos. O estreante Kshow do Iguassu (Pioneering) buscava recuperar-se de uma má largada.

Terminado o prolongamento da reta de chegada, Ouro Preto emparelhava com o pelotão que acionava por dentro na disputa do primeiro posto. Faltando 300 metros para o disco, Kshow do Iguassu deu impressão de que passaria por Barato Total. Este, porém, resistiu aos ataques do oponente. Aberto, Ouro Preto insistia na disputa da primeira posição.

Nos 200 finais, Ouro Preto livrou vantagem considerável sobre Barato Total, passando a sustentar margem até o disco. Barato Total formou a dupla a 2 corpos e 1/2. Kshow do Iguassu (3 e 1/2) foi o terceiro, ligeiramente adiantado em relação a Gladiator Basco (por Siphon, 3 e 1/2). Prima Classe (5 e 1/4) e Fort Red (por Redattore, 5 e 1/4) empataram na quinta posição.

Depois chegaram Friday Royal, Xtreme Energy, Fire Back, Camis Brasilis e Lollita.

Treinado por Valter dos Santos Lopes, Ouro Preto obteve a sua primeira vitória em 4 corridas. Tempo de 56.59.

Mais notícias

No derradeiro desafio, Janelle Monae encara 11 adversárias

Candidata à Tríplice Coroa de Éguas é uma das 12 inscritas no GP Zélia Gonzaga Peixoto de Castro (G1). No Derby, outros 12 competidores.

Coolmore adquire participação em Maximum Security

Múltiplo ganhador de G1 servirá no Ashford Stud, ao final da campanha. Seu pai, New Year’s Day, esteve no Brasil, em 2019.

Curitiba: Kopenhagen levanta a Pegasus Brasil

Potro do Haras Springfield resistiu a Domaine Carrillon, em final de emoção.