22 out 2023 | 20:01:49

Jackson Pollock esbanja categoria para vencer o GP Salgado Filho (G3)

Corredor do Stud Verde venceu sua primeira prova clássica na areia.


Jackson Pollock venceu de ponta a ponta.

Imagem: Sylvio Rondinelli/Divulgação JCB

Múltiplo G1 winner – GP Jockey Club Brasileiro e Copa ABCPCC Clássica – Matias Machline -, Jackson Pollock esbanjou valentia para resistir aos rivais, categoria para vender de ponta a ponta e versatilidade ao colocar uma vitória nobre em seu turf-record na pista de areia, o tradicional Grande Prêmio Salgado Filho (G3). A carreira, uma justa celebração do JCB a uma das figuras mais importantes de sua história, foi a atração central da reunião do domingo, 22 de outubro, no Hipódromo da Gávea e realizada em 1.600 metros, areia macia.

Páreo com apenas quatro competidores e boa largada para todos eles. De pronto, Jackson Pollock assumiu o comando das ações, com Jeromel, L’Ente Supremo e Quasiment na sequência. Sem alterações no panorama, Jackson Pollock mandava na carreira, vigiado por Jeromel. L’Ente Supremo e Quasiment não deixavam os dois da frente abrir larga vantagem. Na grande curva, Jeromel apertava o cerco e Jackson Pollock já era procurado por seu piloto. L’Ente Supremo melhorava. Quasiment fechava o lote.

Na hora da verdade, Jeromel partiu para cima de Jackson Pollock, mas o castanho criado por Afonso Burlamaqui resistia bravamente. L’Ente Supremo progredia francamente, passava por Jeromel e vinha dar caça ao ponteiro, trazendo boa ação. Entretanto, Jackson Pollock é animal de coração enorme, recuperou-se de longo tempo fora das pistas e voltou a mostrar seu melhor padrão. No rigor de Henderson Fernandes, Jackson Pollock aparou o ataque de L’Ente Supremo, chegando ao espelho com um corpo de vantagem sobre o alazão L’Ente Supremo, que formou a dupla em bela performance. Jeromel esmoreceu e terminou no terceiro posto, enquanto Quasiment fechou a raia.  

Preparado no CT Verde e Preto pelo espetacular Luiz Esteves, Jackson Pollock é um 6 anos, filho de Kodiak Kowboy e Notting Tomorrow, por Aragorn, criado pelo Haras Santa Rita da Serra e defensor do Stud Verde. Na sua sexta vitória, a quarta nobre –além dessa, as duas de G1 citadas no começo do texto e o GP Doutor Frontin (G2) -, Jackson Pollock congelou os relógios em 1min38s94.

por Fernando Lopes

(Publicação extraída do website do Jockey Club Brasileiro)

 

 

Mais notícias

Cristal: Old Glory vence o melhor páreo do dia

Filha do nacional Victory Is Ours, que pertence ao Stud Juliana & Luiz Guilherme.

Copa dos Criadores: provas classificatórias que dispensam o pagamento de added

Pelo artigo 10º do regulamento da Copa dos Criadores, vencedores de provas selecionadas como classificatórias para o festival ficam dispensados do pagamento de added. Confira!

Copa ABCPCC Regional (L): nove pagam a 1ª parcela do added

Relação foi divulgada na tarde desta sexta-feira. Confira!