05 jun 2024 | 11:34:31

Líder em São Paulo, Oryx irá à Gávea para competir no GP Jockey Club Brasileiro (G1)

Potro do Haras Cifra será mais uma atração do festival do GP Brasil. Líder entre as fêmeas, Fuerza Viva permanecerá no Paraná, à espera da tríplice coroa paulista.


Múltiplo ganhador graduado em Cidade Jardim, Oryx irá à Gávea.

Imagem: Porfírio Menezes/O Favorito Turfe

Líder inconteste, dentre os machos da geração 2021, com atuação em Cidade Jardim, Oryx (por Setembro Chove, de criação e propriedade do Haras Cifra) será mais uma atração do festival do GP Brasil 2024. O alazão viajará até o Rio de Janeiro para competir no Grande Prêmio Jockey Club Brasileiro (G1), o embate reservado aos animais de 2 anos, no meeting da Gávea.

A informação foi prestada pelo supervisor do treinamento de Oryx (respondido por João Borges Quadros), Delmar Lima Albres. Delmar também antecipou que Legender, do Stud Galope, será o representante da cocheira no Grande Prêmio Major Suckow (G1).

Até aqui, Oryx competiu por 5 vezes, vencendo em 4 delas. Além de uma eliminatória, conquistou, em sequência, os Grandes Prêmios Doutor Ênio Buffolo (G3), Presidente José de Souza Queiroz (G2) e, por fim, o Grande Prêmio Juliano Martins (G1). Nesse seu último compromisso, na semana do GP São Paulo, assinalou o novo recorde da prova e muito se aproximou do próprio recorde da distância dos 1.500m, na raia de grama.

Fuerza Viva (por Goldikovic, de criação de Ulisses Lignon Carneiro e propriedade do Haras Belmont), que, por sua vez, é a atual líder, entre as fêmeas da nova geração, no turfe paulista, não irá ao Rio de Janeiro - onde haverá a disputa do GP Francisco Villela de Paula Machado (G2). Recente vencedora do GP João Cecílio Ferraz (G1), na capital paulista, Fuerza Viva permanecerá em Curitiba, onde é treinada por Maurício Oliveira. Segundo seu proprietário, Dante Luiz Franceschi, o objetivo é resguardá-la para a disputa da tríplice coroa de fêmeas, em Cidade Jardim, no segundo semestre.

Programado para o final de semana do dia 23 de junho, o festival do GP Brasil, desse modo, contará, em suas provas, com boa parte dos vencedores dos páreos de grupo, da semana máxima paulista. Conforme antecipado pelo website do Jockey Club Brasileiro, em texto assinado por Fernando Lopes (CLIQUE AQUI), Eletrizante Dollar (por Billion Dollar, de criação do Haras Alves Teixeira e propriedade do Haras Rio Iguassu), que venceu o GP ABCPCC (G1), disputará o GP Major Suckow (G1). Além disso, e da recente confirmação de Kenlova, no GP Brasil, conforme publicação de Jair Balla no website do Jockey Club de São Paulo (G1, CLIQUE AQUI), Quisar (por Kentuckian, do Haras Cambay), que conquistou o GP Presidente da República (G2), competirá na prova homônima, em solo fluminense.

Mais notícias

For You Too encerra tarde de gala da criação Araras

Corredor do Stud Coral Gables marcou o quarto ponto do centro criatório de Julio Bozano, em provas de chamada clássica, no domingo, ao vencer a PE João Vieira.

Porto Alegre: Zayana domina o Clássico Presidente Mário Morais

Disputado nesse sábado (28) em Porto Alegre, o Clássico Presidente Mário Morais, em 1.600m na areia, para éguas de 3 anos, foi vencido por Zayana, filha de Tiger Heart e Doce Doce (Burooj), de criação e propriedade do Haras Ereporã.

De ponta a ponta, Bold Retriever fatura G3

Milheiro do Stud Santa Tereza conquistou o GP João José e José Carlos de Figueiredo (gr.III).