10 set 2019 | 05:41:51

Mercado: neto de Forestry alcança o maior preço da primeira sessão de vendas em Keeneland

Tradicional leilão de potros, o Keeneland September Yearling Sale teve início na segunda-feira.

Irmão materno de Nyquist, por Tapit, abriu as vendas em Keeneland no posto de maior preço.

Imagem: Anne Erbhardt/Blood Horse

Na segunda-feira (9), teve início a versão 2019 do Keeneland September Yearling Sale, um dos mais tradicionais leilões de potros PSI do mundo. No posto de lote mais valorizado da primeira sessão de vendas, esteve um neto de Forestry, arrematado pelo Sheikh Mohammed bin Rashid Al Maktoum, por US$ 2,5 milhões.

Consignado pela Hinkle Farms, o número 75 do leilão destacava-se, desde logo, por se tratar de um filho do badalado Tapit na mãe de Nyquist, Seeking Gabrielle (Forestry).

A Godolphin protagonizaria, também, a segunda maior aquisição do dia. Número 18 do catálogo, outro macho, filho de Medaglia d’Oro (principal garanhão da Darley nos  Estados Unidos), foi arrematado por US$ 2,15 milhões. Trata-se do primeiro produto da ganhadora de G1, Tara’s Tango (Unbridled Song).

Na mesma bateria de vendas, outros 5 animais alcançaram preços de 7 dígitos: produtos de Curlin, Medaglia d’Oro, Tapit e Pioneerof The Nile (2).

O Keeneland September Yearling Sale terá outras 13 datas, findando no próximo dia 22 de setembro.

Mais notícias

Royal Ascot: Ribchester, Lady Aurelia e Barney Roy brilham no primeiro dia do festival

Farda da Godolphin desfilou inspirada pela pista britânica.

Ler na íntegra

Energia Espacial supera os machos na Prova Especial Gualicho

Fundista pertence ao Stud Pedudu.

Ler na íntegra

Mensagem do Presidente: um atentado contra o turfe carioca

Turfistas de todo o país foram surpreendidos com a decisão de se suspender as corridas, no Jockey Club Brasileiro, durante os próximos 15 dias. Surpresa, porém, talvez não seja a maneira mais apropriada para se qualificar a medida adotada por aqueles que fizeram do descaso elemento comum, no tratamento dispensado ao turfe, há algum tempo: tornou-se hábito dos mandatários locais... [continua ]

Ler na íntegra