08 jun 2024 | 18:33:16

Na festa de Saratoga, Ice Chocolat garante G3 para a criação brasileira

Crioulo do Haras Nijú conquistou o Poker Stakes (G3), de ponta a ponta.


Ice Chocolat faturou prova de G3, de ponta a ponta.

Imagem: Erica Miller (via X.com)

Em meio às festividades "fora de época" em Saratoga, que, por conta da grande reforma, em Belmont Park, abriga, neste sábado (8), a realização do Belmont Stakes (G1), foi disputado o Poker Stakes (G3), em 1.600m na raia de grama, para animais de 3 e mais anos, com dotação de US$ 350 mil. Hoje lançado à dianteira, logo após a largada, venceu, de ponta a ponta, o brasileiro Ice Chocolat, 6 anos, filho de Goldikovic e Amor Chocolat (Northern Afleet), de criação do Haras Nijú e propriedade de Gary Barber, Wachtel Stable e Peter Deutsch.

Conduzido por José Ortiz, Ice Chocolat estabeleceu parciais de 24.41 e 48.17. Acompanhavam-lhe, em segundo e terceiro, Talk of The Nation e Casa Creed (ganhador de G1).

Na reta final, Ice Chocolat não permitiu ser ultrapassado por seus oponentes. Apesar da grande "fila" dada por Talk of The Nation, o brasileiro, ao ser exigido na mão canhota de seu jóquei, manteve seu ritmo, junto à cerca interna.

Nos 100 finais, Ice Chocolat deu-se ao luxo de abrir 1 corpo todo de vantagem sobre Mysterious Night, um irlandês da Godolphin, ganhador de G2 em Dubai e de G3 na França. Talk of The Nation foi o terceiro e Casa Creed o quarto. Favorito dos apostadores e múltiplo ganhador graduado, Carl Spackler completou o marcador.

Treinado por Mark Casse, Ice Chocolat obteve sua 7ª vitória em 26 corridas. No exterior, entre Canadá e Estados Unidos, conquistou a 4ª vitória, sendo a primeira black type. No Brasil, sob os cuidados de Luiz Esteves, destacou-se, sobremaneira, enquanto vencedor do Grande Prêmio Federação Internacional das Autoridades Hípicas (G3), na Gávea.

Mais notícias

Uruguai: de volta a areia, Quillan emplaca "bi" em listed

Brasileiro criado por Beverly Hills Stud venceu, pelo segundo ano consecutivo, o Clásico Benito Villanueva (L).

Em final acirrado, Zanda bate os machos na Gávea

Arenática da Fazenda Mondesir levantou o Clássico Itajara (L).

Com a genética dos campeões: nasce a filha de Arrogate e Songbird

Dois dos melhores animais do turfe norte-americano, vistos em ação nas últimas décadas, tiveram sua genética combinada. Como resultado, o nascimento de uma fêmea, no Kentucky.