09 mar 2020 | 02:27:55

No sino, Greece conquista batismo clássico

Corredora do Haras Sweet Carol prevaleceu no Grande Prêmio Riboletta (G3).


Greece foi a melhor no GP Riboletta (G3).

Imagem: Sylvio Rondinelli/Divulgação JCB

Primeiro embate black type da movimentada jornada de domingo (8), na Gávea, o Grande Prêmio Riboletta (G3), em 2.000m na pista de grama (macia), para éguas de 3 e mais anos, foi vencido por Greece, 4 anos, filha de Drosselmeyer e Papete’s Girl (Roi Normand), de criação do Haras Anderson e propriedade do Haras Sweet Carol.

Olympic Dust emplacou o ritmo do páreo, desde a largada. Greece aparecia posicionada, por Leandro Henrique, na segunda colocação. Be Better corria em terceiro.

Na reta final, Greece avançou sobre Olympic Dust. As duas, a partir da seta dos 400 finais, travaram intenso mano-a-mano, na disputa do primeiro lugar. No disco, Olympic Dust tinha vantagem sobre a adversária. Após o páreo, contudo, o sino de reclamação soou. No veredito dos comissários, Olympic Dust restou desclassificada, passando a vitória aos cuidados de Greece.

Little Bad Girl foi a terceira. Be Better e Kassie’s Angel completaram o marcador. Depois, Perigoosa, Grande Nuit, Human Nature e Per-Piacere.

Treinada por Adélcio Menegolo, Greece conquistou sua sexta vitória (primeira clássica) em 14 saídas. Tempo de 2:02.69.

Mais notícias

EUA: Juno conquista bom terceiro lugar em G2

Imprimindo parciais fortes na liderança da prova, crioula do Stud Chesapeake finalizou no complemento da trifeta do Buena Vista Stakes (gr.II).

EUA: aos 2 anos, filho da brasileira Lunacy vence a primeira

Our Lunatic venceu eliminatória em Parx Racing, na Pennsylvania.

Trieste, uma Shanghai Bobby, alcança preço recorde de R$ 300 mil no Leilão da Criação Nacional ABCPCC

Potranca da Fazenda Mondesir foi vendida na primeira data da licitação, no Rio de Janeiro.