09 fev 2024 | 03:59:56

Paraty confirma favoritismo no Clássico Presidente Olinto Borba Streb

Filha do nacional Victory Is Ours pertence ao Stud Red Bier.


Paraty conquistou mais uma vitória para a sua excelente campanha.

Imagem: Transmissão JCRS

Disputado no último páreo desta quinta-feira (8), em Porto Alegre, o Clássico Presidente Olinto Borba Streb, em 1.800m (macia, na raia auxiliar) na raia de areia, para éguas de 3 e mais anos, foi vencido pela favorita Paraty, 5 anos, filha do nacional Victory Is Ours e Super Vitória (Elusive Quality), de criação do Haras Vale Verde e propriedade do Stud Red Bier.

Com Claudinei Farias no comando de suas rédeas, Paraty já era a primeira colocada, quando da passagem inaugural do lote pelo disco. Regal Nana corria em segundo e Rainha de Espada aparecia na terceira colocação.

Na reta final, Paraty manteve-se próxima da cerca interna e conseguiu aparar, à distância, as tentativas de aproximação de Regal Nana. Nos 200 finais, Pérola da Lagoa arrancou para tomar a segunda colocação. 

No disco, Paraty trazia 3 corpos e 1/2 sobre Pérola da Lagoa, finalizando Regal Nana em terceiro. Rainha de Espada e Dominik completaram o marcador.

Treinada por Felipe Vieira, Paraty obteve sua décima terceira vitória em 28 corridas.

Tempo: 2:03.00.

 

Mais notícias

Join Battle supera Olympic Harvard na Batalla de Las Piedras

No festival uruguaio, Rainha Pioneira foi outro destaque da criação brasileira.

Mais de meio milhão em prêmios: Copa tem a maior bolsa de potros da América do Sul

Corrida que será disputada, pela segunda vez, no próximo domingo, a Copa Precocidade e Velocidade ABCPCC distribuirá mais de R$ 510 mil em prêmios, firmando-se como a segunda maior dotação do país – e a maior, em se tratando de um páreo de potros, na América do Sul.

GP Longines Latinoamericano: seletiva carioca recebe 14 inscrições

Comissão de corridas do Jockey Club Brasileiro divulgou o campo do GP Prefeitura da Cidade do Rio de Janeiro (gr.III) cujo ganhador representará a Gávea no GP Longines Latinoamericano (gr.I) de março, no Uruguai.