06 jul 2024 | 19:56:29

PE Cacique Negro : Qual É largou e acabou!

Filho do nacional Going Somewhere pertence ao Haras Phillipson.


Qual É demonstrou estar com o "fôlego em dia".

Imagem: Porfírio Menezes/Divulgação JCSP

A Prova Especial Cacique Negro, um dos destaques da sabatina em Cidade Jardim, marcou a convincente vitória, de ponta a ponta, de Qual É, com vantagem no disco de 4 1/4 corpos sobre o favorito Concentré, no tempo de 3:11.64 para os 3.000 metros da pista de grama leve, cerca móvel à 05 metros. Na sequência finalizaram Quoi de Neuf (4 3/4), Osprey (6 3/4) e Trick Twice (15 1/4). Marcos Ribeiro foi o piloto de Qual É, pupilo de Afonso Flório Barbosa.

Qual É, 5 anos, filho de Going Somewhere e Glicina M (T.H. Approval), de criação e propriedade do Haras Phillipson, conta agora com 2 vitórias em 27 atuações.  

por Jair Balla

(Publicação extraída do website do Jockey Club de São Paulo)

 

 

Mais notícias

Mem Cade Ce e Osprey: empate no GP João Borges Filho (G2)

Corredores dos Stud Verde e Stud Red Rafa dividiram a primeira posição do grande prêmio.

Clássico Ricardo Lara Vidigal (L): deu King Four, fácil!

King Four confirmou seu favoritismo. Imagem: Porfírio Menezes/Divulgação JCSP Sem sustos, o franco favorito King Four - pule de devolução - sagrou-se vencedor do Clássico Ricardo Lara Vidigal (L), prova central de hoje,dia 29, em Cidade Jardim. Sob a tocada tranquila de Ruberley Viana, King Four, apresentado em ótimo estado por Estanislau Petrochinski, cruzou o espelho com folga de 3... [continua ]

Waldgeist banca o algoz de Enable no Prix l’Arc de Triomphe (gr.I)

Filho de Galileo (presente aos pedigrees dos 5 primeiros colocados) conquistou a prova máxima do turfe francês e evitou o inédito “tri” perseguido por Enable.