09 jun 2020 | 11:30:36

Pedigree & Black Type: os Ganhadores Clássicos no Brasil – 10ª Edição

Nesta edição: Dashing Court, Got Court e Fast Jet Court

Poucas foram as fardas que brilharam tanto, neste primeiro semestre, em São Paulo, quanto a do Haras Cima. Por meio de sua destacadíssima geração 2017, o estabelecimento criatório conquistou nada menos que 5 provas black type. Confira abaixo.

Dashing Court

Imagem: Porfírio Menezes/Divulgação JCSP

Dashing Court – Criação e propriedade: Haras Cima

GP Juliano Martins (G1) – 1.500m/grama – Produtos de 2 anos – Cidade Jardim

Clássico Presidente Herculano de Freitas (L) – 1.000m/grama – Produtos de 2 anos – Cidade Jardim

Líder absoluto, entre os machos de 2 anos, ora em ação, nas pistas paulistas, Dashing Court segue invicto, por meio de duas vitórias clássicas. Trata-se de grande chamariz para seu pai, Courtier (Pioneerof The Nile e Soothing Touch, por Touch Gold), um norte-americano com a “etiqueta” da Juddmonte Farm, nascido em 2012. Em 9 saídas, nos Estados Unidos, obteve 3 vitórias, incluindo o Centaur Stakes (L).

A mãe de Courtier, muito embora perdedora, também produziu a excelente Emollient, que venceu o American Oaks (G1), o Rodeo Drive Stakes (G1), o Ashland Stakes (G1) e o Spinster Stakes (G1). Soothing Touch também produziu o stakes winner, segundo no Florida Derby (G1) e terceiro – para Justify – no Belmont Stakes (G1), Holfburg. A quarta mãe de Courtier, Coupe de Folie, além de ter sido vencedora de G3 e colocada em G1, revelou Machiavellian, ganhador de G1 e reprodutor de enorme êxito, com mais de 70 stakes winners e pai, dentre outros, de Street Cry.

Alta Floresta (Teton Forest) veio ao Brasil no ventre de sua mãe, Slam of Royalty (Grand Slam), por sua vez importada dos Estados Unidos, pelo Haras Cima. A terceira mãe do corredor, She’s of Royalty (Kennedy Road) produziu o stakes winner norte-americano, Royal Irish. A quarta, Her Royalty (King of Kings), além de ter sido múltipla ganhadora graduada, pariu a stakes winner Royally Chosen.

Inbreedings de Dashing Court: El Gran Senor (5x5) e Mr. Prospector (5x5) – Família 8-d.

Fast Jet Court

Imagem: Porfírio Menezes/Divulgação JCSP

Fast Jet Court – Criação e propriedade: Haras Cima

GP João Cecílio Ferraz (G1) – 1.500m/grama – Potrancas de 2 anos – Cidade Jardim

GP Presidente José Antonio Pamplona de Andrade (G3) – 1.300m/grama – Potrancas de 2 anos – Cidade Jardim

Dona de uma atropelada mais do que conhecida, Fast Jet Court foi outro elemento responsável pelo sucesso e repercussão do reprodutor Courtier, no Brasil (vide comentários acima).

A mãe de Fast Jet Court, Trefiori (Flatter), não correu e restou importada, dos Estados Unidos, pelo Haras Palmerini. Também deu à luz Isola Di Fiori, velocista ganhadora de listed, na Gávea. A segunda mãe, Striking Profile (Striking The Gold) foi stakes winner. A terceira, Perfect Profile (Stop The Music), produziu Boom Towner, múltiplo ganhador de G3, em Nova York. Por fim, menção à quarta mãe de Fast Jet Court, Moll Buzzer (No Robbery), que venceu prova de G3 logo após a instituição das pattern races.

Inbreedings de Fast Jet Court: A. P. Indy (3x4), Mr. Prospector (4x5) e Raise A Native (5x5). Família 8-f.

Got Court

Imagem: Porfírio Menezes/Divulgação JCSP

Got Court – Criação e propriedade: Haras Cima

GP Presidente Guilherme Ellis (G2) – 1.400m/grama – Potrancas de 2 anos

Houve, até aqui, apenas uma potranca que foi capaz de derrotar Fast Jet Court: sua companheira de farda, Got Court. Trata-se de outro elemento da primeira geração de Courtier (comentários acima).

A mãe de Got Court, Fading Wave (Giant Gentleman), foi segunda colocada, em listed, em Cidade Jardim. Já a terceira mãe, Comare (Master Bold), restou trazida da Argentina, pelo Haras São Lázaro, na década de 1970. Produziu a ganhadora do GP Barão de Piracicaba (G1), Vamare, e o ganhador de G2, Maro Road. Comare também é avó materna de Delvecchio, vencedor do GP Linneo de Paula Machado (G1), do múltiplo ganhador graduado Fogueteiro e da ganhadora de listed Xlap Avo, além de figurar como 3ª mãe da ganhadora de G2, Pianista Di Ouro.

Comare provém de Calina (Cyrus The Great), que se faz presente aos pedigrees, dentre outros animais, da múltipla ganhadora de G1 Candila e do filho desta, o argentino Champion 3yo Colt na África do Sul, onde revelou-se múltiplo ganhador de G1, Candidato Roy.

Inbreedings de Got Court: Fappiano (4x5), Mr. Prospector (5x5) e Buckpasser (5x5) – Família 1-j.


por Victor Corrêa

Mais notícias

Enable faz história e torna-se a primeira tricampeã do “King George”

Debaixo de chuva, super craque da Juddmonte deu um show na maior prova britânica.

Ler na íntegra

Estados Unidos: Dacita comanda dobrada latina no Beverly D. Stakes (gr.I)

Chilena criada pelo Haras Paso Nevado superou a argentina Dona Bruja em Arlington Park.

Ler na íntegra

Digitalização da Revista Turf & Fomento encerra anos 70: confira!

Trabalho de composição de acervo digital da importante publicação agora conta com todas as edições dos anos 70, no ar. Digitalização não para e segue em desenvolvimento.

Ler na íntegra