16 out 2018 | 17:19:34

Pela primeira vez na América, Enable atuará na Breeders’ Cup Turf (gr.I)

Craque de Khalid Abdullah abrilhantará o festival norte-americano e poderá colocar tabu abaixo: vencer, sem sequência, o Arco do Triunfo e a prova dos fundistas, na Breeders’ Cup.


Enable: provável atração da Breeders' Cup.

Imagem: Irish Times/Healy Photos

Brilhante vencedora, pela segunda vez, do Prix l’Arc de Triomphe (gr.I), Enable voltou às manchetes do noticiário especializado, no início desta semana. Uma das melhores fêmeas da história do turfe, a corredora de Khalid Abdullah atuará na Breeders’ Cup Turf (gr.I), conforme amplamente noticiado na mídia turfística internacional – incluindo os websites do Racing Post e da Blood Horse.

Aos 4 anos, a filha de Nathaniel e Concentric (Sadler’s Wells), criada na Grã-Bretanha pela Juddmonte Farms, poderá por abaixo um histórico tabu. Jamais um vencedor da principal prova francesa conseguiu conquistar, na atuação seguinte, a almejada corrida do festival norte-americano. Há 3 anos, John Gosden e Frankie Dettori, respectivos treinador e jóquei de Enable, ficaram muito próximos de fazê-lo com Golden Horn – que restou superado, nos lances decisivos do páreo, pela fêmea Found.

Além de alguns dos melhores animais do mundo, em distâncias alongadas na raia de grama, deverá alinhar, ao lado de Enable, Quarteto de Cordas. Recentemente embarcado para os Estados Unidos, o crioulo de Beverly Hills Stud, caso tenha sua inscrição confirmada, passará à condição de primeiro PSI brasileiro a atuar na BC Turf, após obter vaga no Grande Prêmio Brasil (gr.I) – vencido por Quarteto de Cordas, em junho.

Com US$ 4 milhões de bolsa, a Breeders’ Cup Turf (em 2.400m na pista de grama) figura como a segunda prova de maior dotação da Breeders’ Cup – perdendo, apenas, para os US$ 6 milhões distribuídos pela Breeders’ Cup Classic (gr.I). Ambas serão disputadas em Churchill Downs, no próximo dia 4 de novembro.

Mais notícias

Galang não escolhe raia e passa no teste para a tríplice coroa

Potranca do Haras Cifra deixou as adversárias para trás no Clássico Riboletta (L).

Prelude Rye supera Olympic Harvard por diferença mínima no Ramírez 2022

Prova máxima do turfe uruguaio foi disputada nesta quinta-feira.

Com o fôlego em dia: Nhoquin vence o GP General Couto de Magalhães (G3)

Fundista do Haras Phillipson confirmou seu favoritismo na “maratona” de Cidade Jardim.