06 nov 2017 | 19:38:54

Porto Alegre: Equestria e Formaggio dominaram os clássicos da semana

Geração 2014 disputou os dois principais páreos da última sexta-feira (3), no Hipódromo do Cristal.

Formaggio atropelou com sucesso na reta final

Imagem: Agência Preview/Divulgação JCRS

Na última sexta-feira (3), em Porto Alegre, dois embates da chamada clássica local movimentaram a pista gaúcha. Equestria e Formaggio revelaram-se os respectivos ganhadores dos Clássicos Presidente Daniel Krieger e Presidente Carlos A. Drugg.

Conduzida por R. C. Borges, Equestria acionou em terceiro, durante boa parte do percurso do Clássico Presidente Daniel Krieger – cujo lote resumiu-se a três potrancas de 3 anos, em disputa ao longo de 1.380m na raia de areia. Na reta de chegada, Equestria restou lançada a meio de pista por seu jóquei, passando, então, a avançar sobre Narcôtica (Arambaré) e Angela Alada (Mensageiro Alado).

Com Angela Alada sucumbindo da briga nos 300 finais, Narcôtica e Equestria passaram a disputar a primeira colocação. Com melhor ação, Equestria desbancou a oponente, derrotando-lhe por ¼ de corpo. Afastada, Angela Alada terminou em terceiro. Não correram: Nazial e Millow Cup.

Treinada por A. Garcia (que também detém a propriedade da corredora, ao lado de Raphael e Carlos G. Oliveira), Equestria – filha de Thompson Rouge e Wild Intrigue (Sadler’s Wells), de criação do Haras Centauros do Sul – obteve a segunda vitória em 15 corridas. Tempo de 1:31.50.

Já no Clássico Presidente Carlos A. Drugg, igualmente programado para 1.380 metros na areia, Formaggio sobrou para último após a largada, sem que L. Costa fizesse qualquer menção de apurar seu conduzido. No outro extremo do pelotão, cabia a Leroy Brilliant (Inexplicable) a missão de puxar a fila, seguido de Nimbus Casablanca (Public Purse).

No tiro direto, Formaggio aproveitou-se da queda de ritmo dos ponteiros para atropelar com sucesso. Deixando um a um dos oponentes para trás, o alazão chegou ao disco 1 corpo à frente de Leroy Brilliant. No complemento do placar remunerado chegaram Nenhumdenós (Silent Times), Olympic Hulk (Nedawi) e Nimbus Casablanca.

Formaggio – filho de Put It Back e Four Seasons (Roi Normand), de criação do Haras Santa Maria de Araras e propriedade do Stud Slick – conta com o treinamento de Nilson Pires. Na segunda vitória em 10 corridas, assinalou 1:30.40 para a distância.

Mais notícias

Em forma exuberante, Surprising emplaca nova vitória clássica

Defensora do Stud Alessio & Naela foi a melhor no Grande Prêmio Presidente Luiz Oliveira de Barros (G3).

Ler na íntegra

EUA: Editore conquista o Berkeley Handicap (gr.III)

Filho do nacional Redattore, de criação e propriedade do Stud Rio Dois Irmãos, é treinado pelo, também brasileiro, Paulo Henrique Lobo.

Ler na íntegra

Novello confirma evolução na Prova Especial Duque de Caxias

Castanho do Stud Magenta venceu, em final de rigor.

Ler na íntegra