14 abr 2024 | 22:05:08

Sorte Pura "ensina o caminho" no GP Luiz Fernando Cirne Lima (G3)

Potranca do Stud Eternamente Rio confirmou estreia vitoriosa.


Sorte Pura venceu aos esbarros.

Imagem: Sylvio Rondinelli/Divulgação JCB

A exemplo do que fizera Navy of War, no páreo dos machos, entre as fêmeas de 2 anos que disputaram, neste domingo (14), na Gávea, o Grande Prêmio Luiz Fernando Cirne Lima (G3), em 1.400m na raia de grama (leve, com 3m de cerca móvel), venceu o produto predileto do público apostador - e que havia debutado com vitória, em sua atuação anterior: Sorte Pura, filha de Verrazano e Lady Aguia (Spring Halo), de criação e propriedade do Stud Eternamente Rio.

Além da notável velocidade inicial demonstrada, em sua esteia, Sorte Pura voltou a dar trabalho para seu jóquei: além de ensaiar não fazer a curva, a corredora, apesar dos esforços de Francisco Chaves, insistiu em desgarrar, na reta final. 

Ainda assim, fazendo valer suas sobras em relação à companhia, Sorte Pura galgou êxito em se manter na dianteira, sem que sua vitória fosse ameaçada em qualquer altura do tiro direto. No disco, 6 corpos e 3/4 de corpo separavam-lhe de Vanilla Pie, potranca estreante que ficou com a segunda posição. Samcat foi a terceira. Super Raio e Pampita depois.

Inscrição de Luiz Cláudio Costa, Sorte Pura conquistou seu batismo clássico, na 2ª ida à raia, percorrendo a distância na marca de 1:23.40.

Mais notícias

De ponta a ponta, Lizarra prevalece entre as fêmeas

Potranca do Stud Globo levantou o Grande Prêmio Presidente Fernando Jorge Schneider.

Hard Boiled dá show no Grande Criterium

Abandonando o perdedor em alto estilo, potro do Stud Monte Parnaso/Quintella impressionou no GP Linneo de Paula Machado (gr.I).

Atropelada irresistível rende Prova Especial Alcides Morales a Olympic Kremlin

Vitorioso é de criação e propriedade do Haras Regina.