02 fev 2019 | 18:21:36

Sublime, Hassenah volta a desbancar os machos e carimba vaga no Latinoamericano

Corredora de exceção, égua do Stud A.M.L. venceu o GP Linneo de Paula Machado (gr.III).

Hassenah: pura categoria.

Imagem: Marília Lemos

Objeto de admiração e torcida de turfistas de todo o Brasil, Hassenah voltou a fazer pouco caso dos machos. Desta feita, porém, a égua foi além e conquistou uma vaga para o GP Longines Latinoamericano (gr.I), do próximo dia 10 de março, no Chile.

Noutra exibição à altura, somente, dos animais de exceção, Hassenah – 5 anos, filha de Red Runner e Xterra (Sulamani), de criação do Haras Palmerini e propriedade do Stud A.M.L. – venceu, neste sábado (2), em Cidade Jardim, o Grande Prêmio Linneo de Paula Machado (gr.III), em 2.000m na grama (leve), para produtos de 3 e mais anos.

Eleito (Crimson Tide) fez as vezes de ponteiro, correndo Mary Jane (T. H. Approval) na segunda colocação. Hassenah era a terceira, com Olympic Ipswich (Shanghai Bobby) acionando em quarto. Avião Sureño (First American) completava o lote dos cinco primeiros. Depois corriam Power-Quark (Quick Road), Kris Five (Christine’s Outlaw) e Rasgado de Birigui (Soldier of Fortune).

Na cabeceira da curva, Hassenah passou para segundo. Logo adiante foi a vez de Olympic Ipswich passar por Mary Jane, tomando o terceiro. Hassenah e Olympic Ipswich giraram para a reta final em posição de ataque a Eleito. Na altura dos últimos 400 metros, Zeferino Moura Rosa deu rédeas a Hassenah, que em rápidos galões empossou-se do primeiro lugar. Olympic Ipsiwch não diminuía o ritmo, em seu encalço. De trás, avançavam Kris Five, pelas balizas de dentro, e Rasgado de Birigui, vindo de longe, por fora de todos.

Faltando 200 metros para o espelho, percebia-se que Olympic Ipswich já não mais descontava um palmo sequer na perseguição à ponteira. Dali em diante, coube a Hassennah manter a diferença que lhe separava o adversário, para sacramentar outra vitória de pura categoria. Olympic Ipswich formou a dupla a ¾ de corpo, finalizando Kris Five (1 e ¼) em terceiro. Eleito (2 e ¾) foi o quarto e Rasgado de Birigui (3 e ¼) o quinto.

A seguir, Mary Jane, Power-Quark e Avião Sureño.

Mantida em excelente estado atlético por Luiz Roberto Feltran (Curitiba/PR), Hassennah obteve a nona vitória em 13 saídas. Vencedora da Copa dos Campeões (gr.II), do GP Presidente Antonio Teixeira de Assumpção Netto (gr.III) e do Clássico Federação Internacional de Autoridades Hípicas, assinalou 2:01.08, com finais de 22.41 e 11.74.

Mais notícias

Leilão da Criação Nacional será virtual, em etapa única, no dia 1º de maio

Leilão será transmitido via internet e televisão.

Ler na íntegra

Conta Cheia levanta a Prova Especial Conde Raul Crespi e Condessa Irene Medici Crespi

Alazão pertence ao Stud Nicholas & Enrico Jarussi.

Ler na íntegra

Porto Alegre: Linda Nui venceu o melhor páreo do dia

Defensora da Coudelaria F.B.L. conquistou o Clássico Naio Lopes de Almeida.

Ler na íntegra