03 jun 2018 | 12:54:33

Turmalina Charm confirma favoritismo em São Paulo

Filha do nacional Plenty of Kicks, pertencente ao Stud Petisco venceu a Prova Especial Dante e Olympia Marchione.


Turmalina Charm venceu com facilidade.

Imagem: Marília Lemos

Disputada neste domingo (3), no Jockey Club de São Paulo, a Prova Especial Dante e Olympia Marchione, em 1.200m na pista de areia (variante), para éguas de 3 e mais anos, revelou nova vitória de Turmalina Charm, 4 anos, filha de Plenty of Kicks e Princiville (Romarin), de criação do Haras Charmville e propriedade do Stud Petisco.

Presidência (Que Fenômeno) mandou-se para a ponta, após a largada. Ziska Blade (Blade Prospector) corria em segundo, acionando Turmalina Charm e Evian Royal (Amigoni) em disputa pelo terceiro. Na sequência, corria Flexa Dourada (First American).

No tiro direto, Presidência suportou os avanços de Ziska Blade até a altura dos 300 finais, quando, então, foi dominada pela adversária. Logo em seguida, contudo, despontou, em franco arremate, Turmalina Charm. Exigida por Maicon Silva, a favorita passou, sem briga, por Ziska Blade, para conquistar fácil vitória.

Flexa Dourada avançou para formar a dupla a 3 corpos e ¼. Ziska Blade (5 e ¼), Evian Royal (7 e ½) e Presidência (10 e ¼) depois.

Treinada por João Gabriel Costa, Turmalina Charm obteve a oitava vitória em 22 saídas. Vencedora do Clássico Pres. Waldyr Prudente de Toledo (L) e das Provas Especiais Alberto Marchioni, Donética e Raymond Naufal, parou os relógios na marca de 1:10.81, com finais de 24.11 e 13.27.

Mais notícias

Criação: produtos de Tapit ultrapassam a marca de US$ 150 milhões em somas ganhas

Tordilho da Gainesway é o terceiro garanhão com produções mais remuneradas, na história da criação norte-americana.

Monumento da criação mundial, Galileo morre na Irlanda

Principal reprodutor do século XXI – cujos feitos permanecerão à vista por décadas e mais décadas – garanhão da Coolmore morreu, aos 23 anos.

Easiest Way supera Silence Is Gold no embate das éguas

Defensora do Haras Santa Maria de Araras prevaleceu no GP Henrique de Toledo Lara (gr.II).