06 out 2019 | 22:11:01

Waldgeist banca o algoz de Enable no Prix l’Arc de Triomphe (gr.I)

Filho de Galileo (presente aos pedigrees dos 5 primeiros colocados) conquistou a prova máxima do turfe francês e evitou o inédito “tri” perseguido por Enable.

Waldgeist impede o "tri" de Enable, em Paris.

Imagem: Brisnet.com

Disputado neste domingo (6), em Longchamp, o Prix l’Arc de Triomphe (gr.I), em 2.400m na pista de grama, com € 5 milhões de bolsa, poderia servir de palco para uma inédita terceira conquista de Enable, na prova máxima do turfe francês. Foi Waldgeist, contudo, quem roubou a cena.

Favorita dos apostadores e contando com a torcida da esmagadora maioria do público turfista, Enable tomou a ponta nos últimos 350 metros – para delírio dos presentes ao hipódromo parisiense. Em longa atropelada, Waldgeist surgiu, com perigo, na altura dos derradeiros 150 metros. Nos lances decisivos, Waldgeist passou por Enable, para comemorações de Pierre-Charles Boudot.

Enable, que formou a dupla por 1 corpo e ¾, “caiu de pé”. Amargou apenas a segunda derrota de sua campanha, em 15 saídas.

Sottsass, atual derby winner francês, foi o terceiro colocado. Japan e Magical, a parelha da Coolmore, completou o marcador e carimbou a supremacia de Galileo: o garanhão irlandês encontra-se presente nos pedigrees dos 5 primeiros colocados.

André Fabre, o treinador de Waldgeist, é o maior vitorioso, da respectiva classe profissional, na história do Arco: conquistou seu oitavo troféu. Aos 5 anos, filho de Galileo e Wladlerche (Monsun), criado na Grã-Bretanha por Waldlerche Partnership e de propriedade de Gestut Ammerland & Newsells Park Stud, Waldgeist obteve a décima vitória em 21 corridas. Vencedor do Criterium de Saint-Cloud (gr.I), do Grand Prix de Saint-Cloud (gr.I) e do Prix Ganay (gr.I), percorreu a milha e meia no tempo de 2:31.97.

A segunda mãe de Waldgeist, a alemã Waldmark, é uma filha de Mark of Esteem, garanhão com passagem pelo Brasil, em meados da década passada.

Mais notícias

Cada vez mais histórica, Winx vence a 25ª consecutiva e iguala Black Caviar

Craque australiana venceu, pelo segundo ano consecutivo, o Queen Elizabeth II Stakes (gr.I).

Ler na íntegra

África do Sul: Legal Eagle vence o Queen’s Plate (gr.I) pela terceira vez

Filho do norte-americano Greys Inn repetiu as vitórias obtidas nos anos de 2016 e 2017.

Ler na íntegra

Ricardinho: “oportunidade ímpar de estar no Kentucky”

Atração da jornada de sábado, em Keeneland, o Dixiana Elkhorn Stakes (gr.II) contará com a ilustre presença do jóquei número 1 do mundo: Jorge Ricardo conduzirá o brasileiro Some In Tieme, no importante desafio.

Ler na íntegra