05 set 2020 | 18:51:08

Y Gold mantém invencibilidade no Grande Prêmio Independência (G3)

Filha do nacional Skypilot é de criação e propriedade do Haras Free Way.

Y Gold segue sem conhecer derrota

Imagem: Porfírio Menezes/Divulgação JCSP

Reservado a éguas de 3 e mais anos, o Grande Prêmio Independência (G3), em 1.000m na pista de grama (leve), foi disputado neste sábado (5), em Cidade Jardim. Venceu Y Gold, 3 anos, filha de Skypilot e Queen of Bage (Vettori), de criação e propriedade do Haras Free Way.

Com a ligeireza que lhe é peculiar, Y Gold mandou-se para a ponta, após a partida. Mais por fora, Ninja do Iguassu e Alegria Total davam o ar de sua graça. Her Tank Zip e Northern Town completavam o lote das 5 primeiras.

Terminando o prolongamento da reta final, Ninja do Iguassu chegou a dominar Y Gold. Esta, porém, quando recebeu rédeas de André Luis Silva, retomou a primeira colocação, pelos paus. Não apenas retomou-a, como também se desvencilhou da dupla, que lhe perseguia de perto.

Dos 200 finais, em diante, Y Gold manteve-se, com firmeza, na primeira colocação. Fanny do Jaguarete, que teve percurso algo atribulado, avançou para formar a dupla a ¾ de corpo. Her Tank Zip chegou em terceiro. Nat King Cole Hamitbey completaram o marcador.

Depois, Ninja do Iguassu, Northern Town, Alegria Total e Heidy Bloom. Não correu: The Strip.

Treinada pelo Mestre Eduardo Gosik, Y Gold passa a somar 3 vitórias em 3 saídas. No primeiro êxito clássico, percorreu o quilômetro no tempo de 55.14, com finais de 23.06 e 12.17.

Mais notícias

Eurico Rosa lança biografia, no Canadá

Tendo recentemente encerrado sua carreira, jóquei brasileiro publicou “Riding For Freedom”.

Ler na íntegra

Golden Sixty vence o Hong Kong Derby; Halston, em boa corrida, entra sexto

Favorito venceu prova com R$ 11 milhões de dotação.

Ler na íntegra

Clubes pretendem a revogação da ordem que restabeleceu a IN 02/2009

A ABCPCC recebeu solicitação do Jockey Club Brasileiro, do Jockey Club do Paraná e do Jockey Club do Rio Grande do Sul para revogação da IN 02/2009 da ABCPCC.

Ler na íntegra