Banner Haras Regina Topo
13 Nov 2017 | 23:25:01

Argentina: de ponta a ponta, Roman Rosso levanta o Derby. Jorge Ricardo vence G1

Movimentada reunião agitou o Hipódromo de Palermo, no último sábado.

Jorge Ricardo retorna à pesagem com Quirico: emoção em Palermo

Imagem: Turf Diario

Se Cidade Jardim reconheceu Galope Americano como o seu mais novo derby winner, em Palermo os argentinos fizeram o mesmo. No último sábado (11), produtos de 3 anos deram números finais à tríplice coroa, no Gran Premio Nacional (gr.I), vencido, de ponta a ponta, por Roman Rosso. Na jornada, porém, ainda houve espaço para o brilho da incessante estrela de Jorge Ricardo.

Assumindo a dianteira logo após a partida, Roman Rosso não mais abandonou a dianteira do Derby Argentino pelo restante dos 2.500 metros – na areia – da competição. Com Wilson Moreyra em seu dorso, o filho de Roman Ruler e Rose City (City West), de criação do Haras Melincue e propriedade da Caballeriza La Primavera, manteve expressivos 6 corpos sobre o segundo colocado, Smart Holiday (Harlan’s Holiday), que foi conduzido pelo brasileiro Francisco Leandro.

Treinado por Jorge Neer, Roman Rosso percorreu a distância 2:34.29. Vitorioso no GP Provincia de Buenos Aires (gr.I), o alazão obteve a quarta vitória em 7 corridas.

No Gran Premio Palermo (gr.I), em 1.600m na pista de areia, para produtos de 3 e mais anos, Quirico, 5 anos, filho de Jump Start e Queen Halo (Southern Halo), de criação do Haras Santa Inés e propriedade da Caballeriza Ligarotti, rendeu a Jorge Ricardo o primeiro G1 desde seu retorno às pistas.

Após sofrer um acidente em março deste ano, Ricardo voltou à ativa no último mês de outubro. Desta feita, levou Quirico ao disco ¾ de corpo adiantado em relação a Cry Me A River (Not For Sale). Tempo de 1:34.91 para o pupilo de Nicolas Ferro, que conquistou a oitava vitória em 23 apresentações.

Mais notícias

Criação: com 74 ganhadores de G1, Galileo supera seu pai, Sadler’s Wells

Vitória de Magical no British Champions Fillies & Mares Stakes (gr.I) tornou números do garanhão da Coolmore ainda mais estrondosos. Agora, dez êxitos lhe separam de Danehill.

Ler na íntegra

Turfe perde Job di Caroline

Crioulo do Haras Curitibano morreu, no Paraná, aos 25 anos.

Ler na íntegra

Cada vez melhor, Halston abre a quádrupla coroa no GP Ipiranga (gr.I)

Alazão rendeu nova vitória de G1 à letra “H” do Haras Cifra e comandou dobrada de produtos do nacional Setembro Chove.

Ler na íntegra