Banner Haras Regina Topo
17 Mai 2017 | 23:02:46

Criação: com mudança de planos, Tepin está cheia de Curlin

Campeã milheira teve sua aposentadoria das pistas anunciada no último mês de abril; corredora somente seria coberta, a princípio, em 2018

Tepin foi corredora de exceção

Imagem: Royal Ascot

De acordo com publicação do Thoroughbred Daily News, a campeã milheira Tepin, que teve sua aposentadoria das competições anunciada no último mês de abril, está prenhe. A filha de Bernstein e Life Happened (Stravinsky), de criação de Machmer Hall e propriedade de Robert E. Masterson, foi coberta por Curlin no último dia 30 de abril (contrariando, portanto, o próprio posicionamento de Masterson quando este afirmou que a corredora não seria coberta em 2017) e teve confirmada sua prenhez nos últimos dias.

"Nós cruzamos a Tepin com o Curlin no último mês de abril, mas não divulgamos nada a respeito para evitar que pessoas fossem lhe incomodar no haras, enquanto nós estávamos tentando lhe fazer 'pegar cria'. Fizemos o teste na segunda-feira, repetimos nessa quarta-feira, e de fato ela está prenhe. Nós estamos muito empolgados com isso. Cruzamos uma égua extraordinária com um cavalo extraordinário e desejamos que surjam (a partir disso) mais animais como ela", declarou Masterson à reportagem do TDN. 

Tendo competido dos 2 aos 5 anos, Tepin (atualmente com 6 anos) obteve nos dois últimos anos de sua campanha os resultados que fizeram dela corredora de renome internacional. Após vencer a Breeders' Cup Mile (gr.I) ao final de 2015, Tepin voltaria a desacatar os machos no ano de 2016 em outras duas importantíssimas corridas na milha. Primeiro no Queen Anne Stakes (gr.I), em Ascot, na Inglaterra; e depois na Woodbine Mile (gr.I), no Canadá. Os Just A Game Stakes (gr.I), First Lady Stakes (gr.I), Jenny Wiley Stakes (gr.I), Churchill Distaff Turf Mile (gr.II, por duas vezes), Hillsborough Stakes (gr.II), Delta Princess Stakes (gr.III) e Endeavour Stakes (gr.III) são outros êxitos que enfeitam o retrospecto de Tepin cujo score final aponta 23 saídas e 13 primeiros lugares. Atual bicampeã do Eclipse Award na categoria "turf female" (melhor éguas em pista de grama), Tepin somou prêmios que ultrapassaram os US$ 4,43 milhões.

Já Curlin segue sediado na Lane's End Farm, no Kentucky. O alazão nascido em 2004 tornou-se o melhor cavalo do mundo no "dirt", na distância dos 2.000 metros, sendo que por meio de suas 7 vitórias em provas de G1 (incluindo a Breeders' Cup Classic, Dubai World Cup, Jockey Club Gold Cup (2x) e o Preakness Stakes) - sem prejuízo, é claro, de seus demais êxitos -, o filho de Smart Strike tornou-se o PSI norte-americano recordista em prêmios no ano de 2010 (feito este que restou superado nos anos seguintes). Stellar Wind, Exaggerator, Keen Ice e Palace Malice são apenas alguns dos destaques de sua produção - iniciada em 2010. Na presente temporada, os serviços de Curlin são negociados por US$ 150 mil.

Mais notícias

Key Master supera Samurai em Porto Alegre

Filho do nacional Molengão foi o melhor no Clássico Presidente Indemburgo de Lima e Silva

Ler na íntegra

De Caledonia Road a Word Approval: mais da Breeders’ Cup em Del Mar

Festival norte-americano teve sua segunda – e principal – data realizada ontem, na Califórnia.

Ler na íntegra

Kawara conquista batismo nobre no Clássico Much Better (L)

Favorito do Stud Red Rafa não decepcionou na melhor prova da noturna

Ler na íntegra